Hotéis para profissionais de saúde têm poucos hóspedes em Curitiba | Jornal Plural
Clube Kotter
13 jul 2020 - 18h56

Hotéis para profissionais de saúde têm poucos hóspedes em Curitiba

São 100 vagas para quem precisa ficar isolado da família, mas trabalhadores do SUS ainda procuram pouco o serviço gratuito

Desde 18 de maio, a Prefeitura de Curitiba disponibiliza hotéis para receber profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) que atuam no combate à covid-19 e não possuem estrutura domiciliar adequada para realizar o isolamento. Vale tanto para os que estão contaminados com o coronavírus quanto para os que possuem familiares do grupo de risco. No entanto, dos 9,2 mil profissionais da Rede Municipal, apenas sete utilizam o serviço atualmente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dois deles são positivos para a doença e outros cinco usam o espaço apenas para o distanciamento necessário da família. São dois hotéis distintos, com 50 vagas cada, mas não exclusivos para os servidores da saúde, conforme anunciado anteriormente. A eles, foi destinada uma ala ou andar específico em cada um dos hotéis.

Têm direito às vagas: trabalhadores da Rede Municipal de Saúde que trabalham na linha de frente de combate à covid-19, que moram com familiares do grupo de risco e não possuem estrutura domiciliar para o adequado isolamento. Aquele que precisa da hospedagem, deve procurar o chefe do seu setor, que fará a ponte com a Gestão de Pessoas.

Também podem solicitar o serviço de hotel, profissionais de hospitais privados prestadores de serviço do SUS em Curitiba. As vagas são proporcionais ao número de trabalhadores das instituições. Para solicitar a hospedagem, o funcionário deve procurar a direção do hospital, que irá acionar a SMS.

Os dois hotéis ficam na região central da Capital e oferecem, além do quarto, todas as refeições, lavanderia, roupa de cama e estacionamento.

O SUS Curitibano conta com 9.226 profissionais (6.885 com vínculo direto com a Prefeitura e 2.341 da Fundação Estatal de Saúde-FES). Nenhum morreu por covid-19 até agora. De acordo com a SMS, nesta terça-feira (14), são 22 servidores afastados por covid-19 e quatro afastados por síndrome gripal.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias