Edital de Greca faz metade das creches conveniadas desistirem da prefeitura | Plural
5 nov 2019 - 1h06

Edital de Greca faz metade das creches conveniadas desistirem da prefeitura

Prefeitura alterou critérios de contratação, desagradando as instituições que hoje prestam o serviço

Saiu nesta segunda (4) a lista dos Centros de Educação Infantil habilitados pela prefeitura de Curitiba para 2020. Das 73 instituições que hoje ofertam vagas para o município, apenas 39 estão inscritas para continuar no próximo ano. Outras 12 escolas não tiveram a inscrição aprovada, mas poderão recorrer.

No total, 87 instituições estão já habilitadas no novo sistema, cujo prazo de inscrição se encerrou na última sexta-feira, primeiro de novembro. Destas, 60 são associações beneficentes, uma é instituição religiosa e as demais, empresas.

A prefeitura alterou significativamente os valores e condições para a contratação de vagas da Educação Infantil para 2020. A mudança que mais desagradou as atuais conveniadas é concentrar nelas o atendimento a crianças de 0 a 3 anos, e a transferência das crianças a partir de 4 anos para a Rede Municipal.

Integrantes de instituições tradicionais de atendimento a crianças na cidade informaram ao Plural que ao concentrar nas conveniadas o atendimento nos três primeiros anos, a prefeitura transfere para elas o período mais oneroso de atendimento. Entre outras razões, porque nessa faixa etária a relação de profissionais para crianças atendidas é de um para cada cinco.

A concentração do atendimento de 0 a 3 anos nas creches conveniadas também reduz o impacto do aumento nos valores pagos pela prefeitura por criança atendida, que subiu de R$ 4,8 mil para R$ 8,6 mil no ano. Além disso, nas novas regras da prefeitura, parte do atendimento feito às crianças poderá ser realizado por profissionais só com Ensino Médio.

Como o Plural adiantou, as creches antecipam a demissão de dezenas de professores por conta das mudanças.

Quem ganha, quem perde

Segundo a lista de escolas conveniadas já habilitadas no novo edital, sete regionais devem ganhar novos pontos de atendimento, enquanto três perdem. Bairro Novo, Boqueirão, Cajuru, Portão, Matriz e Pinheirinho vão aumentar o número de convênios.

Há um maior número de escolas credenciadas nos bairros CIC, Cajuru, Xaxim e Sítio Cercado. Ainda não se sabe quantas vagas serão disponibilizadas em cada unidade. As novas regras, porém, definem que nenhum valor poderá ser cobrado das famílias e a prioridade na distribuição é para crianças em situação de vulnerabilidade.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Assuntos:

Últimas Notícias