Repar tem dois casos suspeitos de covid-19 | Jornal Plural
Clube Kotter
8 maio 2020 - 21h24

Repar tem dois casos suspeitos de covid-19

Teste inicial deu positivo; contraprova deve sair em alguns dias. Temor é de haja contaminação pelo ambiente

A Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, pode ter a confirmação de dois de seus trabalhadores infectados pelo coronavírus. Ambos apresentaram positivo para covid-19 em testes de farmácia, realizados após o aparecimento de sintomas. O resultado das amostras coletadas para a contraprova laboratorial (PCR) é esperado em cinco dias.

As informações são do Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (Sindipetro), que teme a proliferação do vírus no ambiente, já que os funcionários trabalham no mesmo setor – de Hidrotratamento e Reforma Catalítica (HRC) – mas em turnos diferentes.

Por isso, a entidade exige da Repar a realização de exames para aferição do vírus em todos os funcionários, próprios e terceirizados; isolamento para quem teve contato com os trabalhadores que testaram positivo; e a garantia de cuidados e condições de isolamento para os contaminados.

“É preciso que deem condições, porque não é todo mundo que consegue fazer isolamento dentro de casa. Tem gente que convive com pessoas do grupo de risco. Se a pessoa, para fazer a quarentena, precisar ir pra um hotel, se isolar em outro lugar, a gente pede que a empresa custeie isso”, diz o diretor do Sindipetro, Alexandro Guilherme Jorge.

“Pedimos também a emissão da CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), pois o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que a covid adquirida na empresa é acidente de trabalho.”

O número de casos suspeitos, investigados e descartados, além da quantidade de exames já realizados na unidade, ainda não foi divulgado pela Repar, refinaria da Petrobrás.

Covid-19 na Petrobras

De acordo com o levantamento mais recente do Ministério de Minas e Energia, divulgado na última segunda-feira (4), foram registrados 1.642 casos suspeitos de covid-19 na Petrobrás em todo o Brasil; 806 confirmados e 231 recuperados.

A situação é mais crítica nas plataformas marítimas de extração de petróleo. Até 30 de abril, 329 trabalhadores já haviam testado positivo para a doença, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

O Sindipetro considera falha a política adotada pela gestão da Petrobras na prevenção ao coronavírus e orienta os trabalhadores a redobrarem os cuidados com a prevenção e a utilizarem o direito de recusa, caso se encontrem em situação de risco. Denúncias podem ser feitas diretamente aos dirigentes sindicais ou pelo telefone (41) 3332-4554.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias