Justiça nega mas MP volta a pedir lockdown em Curitiba | Jornal Plural
7 jul 2020 - 21h55

Justiça nega mas MP volta a pedir lockdown em Curitiba

Em recurso, Ministério Público alerta para os riscos de medidas que não asseguram o isolamento social, como a atual quarentena

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) negou, nesta segunda-feira (6) o pedido de lockdown solicitado pelo Ministério Público (MP-PR). No mesmo dia, o MP entrou com recurso, reforçando a necessidade de fechar todas as atividades não essenciais no Estado. O pedido urgente envolve as regiões de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel.

A justificativa é o aumento no número de casos de coronavírus no Paraná, onde em apenas sete dias – seis deles em quarentena – foram registradas 10 mil pessoas infectadas e 181 mortes pela covid-19.

“Quanto mais se retarda a execução de medidas capazes de assegurarem o devido isolamento social, os resultados sanitários e, por consequência, econômicos e políticos continuarão a se apresentar ineficientes, na medida em que destoam do “custo – benefício” decorrente do lockdown para o atual momento de grande risco à vida e à saúde das pessoas”, justifica o MP na ação.

“Por isso, na ponderação, as limitações possíveis via lockdown são adequadas e indispensáveis ao pontual momento. (…) O lockdown mostra-se mais acertado e adequado à realidade sanitária, com o especial objetivo de, inclusive, evitar que a rede de saúde no Estado (pública e privada) se sobrecarregue ainda mais.”

No texto, os promotores das macrorregiões Leste, Oeste, Norte e Noroeste do Paraná questionam se a quarentena decretada pelo governo estadual é “realmente constitucional, legal, proporcional e razoável”.

“Esses números e as justificativas apresentadas pelo próprio ente público ao editar o referido Decreto apontam no sentido oposto”, destaca o MP.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias