Governo vai distribuir merenda para famílias de alunos da rede estadual | Jornal Plural
Clube Kotter
22 mar 2020 - 19h53

Governo vai distribuir merenda para famílias de alunos da rede estadual

Sindicato critica medida e afirma que ação pode expor profissionais da educação a riscos

No sábado (21), o governo estadual determinou, por meio do Decreto 4.316/2020, que os alimentos adquiridos para a merenda escolar sejam destinados às famílias de estudantes beneficiários do Bolsa Família, durante a quarentena de combate ao coronavírus. São cerca de 230 mil alunos inscritos no programa em todo o Paraná.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed) vai coordenar as entregas. “A distribuição dos alimentos é uma operação que envolve a cooperação de vários órgãos, para que nossos estudantes tenham acesso à alimentação e que as pessoas envolvidas na entrega trabalhem em segurança”, afirma o secretário Renato Feder.

As famílias dos alunos deverão retirar os alimentos nas escolas onde as crianças estão matriculadas. Cada instituição tem autonomia para organizar a própria distribuição.

Afronta

A APP-Sindicato recebeu a notícia como “uma afronta”: “Exigir que servidores, na maioria mulheres, tenham que manter as escolas abertas durante a quarentena é uma incoerência sem tamanho, já que o próprio governo estadual e prefeituras municipais vêm adotando medidas para que as pessoas permaneçam em casa, com o objetivo de conter a pandemia do vírus causador da Covid-19”, defendeu Hermes Leão, presidente do sindicato.

A sugestão do sindicato é que os fornecedores suspendam as entregas de alimentos para “diminuir os riscos de contaminação de milhares de pessoas”. A ideia, de acordo com a entidade, não é deixar os estudantes sem assistência, mas que a distribuição do estoque fique a cargo dos órgãos de assistência social dos municípios.

O APP-Sindicato tenta reverter a medida, já que a considera “abusiva”, e reforça o pedido: “Que as pessoas continuem seguindo as orientações dos órgãos de saúde e permaneçam em suas casas”.

Quais alimentos serão distribuídos?

A merenda escolar inclui alimentos não perecíveis como achocolatado, açúcar, arroz, biscoito, flocos de cereais, composto lácteo, farinha de milho, farinha de trigo, feijão, macarrão, molho de tomate, óleo de soja, entre outros. Os perecíveis são carnes, ovos e os itens da agricultura familiar.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias