Cirurgias bariátricas cresceram 250% em dez anos no Brasil | Jornal Plural
Clube Kotter
27 maio 2019 - 5h48

Cirurgias bariátricas cresceram 250% em dez anos no Brasil

Paraná responde por 60% dos procedimentos cirúrgicos realizado pela rede pública no país

Cerca de 60% dos 11,2 mil procedimentos bariátricos realizados em 2018 no Brasil foram feitos no Paraná. Segundo dados do DataSus, desde 2010 o estado lidera o ranking de cirurgias de redução de estômago na rede pública brasileira. Em todo o período, dos 75 mil procedimentos registrados pelo SUS, quase metade foi realizada em hospitais paranaenses.

O aumento da procura pelas cirurgias de perda de peso também aumentou junto aos planos de saúde. Com dados menos atualizados que os do SUS, a Agência Nacional de Saúde (ANS) aponta um crescimento de 82% entre 2012 e 2016.

Pelos dados do Mapa Assistencial de Saúde Suplementar, relatório anual da ANS, em 2016 foram realizados pouco mais de 50 mil cirurgias bariátricas do país. O número é mais de 12 vezes maior que o total de cirurgias realizadas pelo SUS no mesmo período, que foi de 4,1 mil procedimentos.

Das operações bariátricas realizadas na rede pública no Paraná, a maior parte é feita no Hospital Angelina Caron (HAC), em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba. De acordo com a assessoria do hospital, em 2018 foram 3,8 mil cirurgias, ou seja, 36% do total realizado no país.

O aumento da cirurgia vem associado ao crescimento do número da obesidade no país. O procedimento ajuda a combater a obesidade e doenças associadas, como diabetes e hipertensão. Segundo dados do DataSus, desde 2003 mais de 30 mil pessoas morreram por motivos ligados diretamente à obesidade. Em 2017, cerca de 2,6 mil pessoas foram vítimas da obesidade. O número é 150% maior que em 2003, que registrou mil mortes.

Dados da última edição da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), feita pelo Ministério da Saúde, aponta que aproximadamente 19% da população brasileira é obesa. Pouco mais da metade da população tem sobrepeso. Entre jovens, a obesidade mais que dobrou em dez anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias