A lenda de Fausto, na São Paulo de hoje | Plural
22 fev 2019 - 0h00

A lenda de Fausto, na São Paulo de hoje

Leia um fragmento de Identidades, o livro de Felipe Franco Munhoz lançado nesta semana em Curitiba

O escritor Felipe Franco Munhoz lançou em Curitiba nesta semana seu mais recente livro, Identidades. O lançamento, na Arte & Letra, foi mais para trazer o livro à cidade, onde Felipe se formou em Comunicação, pela UFPR. Em São Paulo, Identidades já circula desde o ano passado.

Rotulado como romance experimental, o livro traz uma leitura da lenda do Fausto, na São Paulo moderna. Usando artifícios de teatro, poesia e prosa, o texto é difícil, estranho e denso – altamente criativo e original.

Como sempre faz às sextas, o Plural traz um trecho de literatura produzida por gente ligada a Curitiba. Então, com vocês, dois segmentos de Identidades.

Fausto (que é mulher, mas em trajes – e corte
de cabelo – semimasculinos), Coro e Suposto
Mefistófeles em vagão de metrô. O vagão é
representado integrando o quarto, no canto oposto
à cama. Estrépito de metrô em movimento.

Fausto
1. Mal-entendido

Mas, ora, ora: o Manco.
Procuro à lupa – eras;
agora, quem diria,
(sentando-se ao meu lado no metrô)
estamos flanco a flanco.

Pois não?
Por quê?

(Sem tino, a breve-nula reação.)

No pé direito, um calço
disfarça a vossa pata.
Cifé,
eu vi. No frio, nos olhos
tão velhos quanto a morte –
são olhos de outro corpo,
são feitos de ouro exausto.
Diá,
eu sei.

Amiga, não entendo.

Formal:
meu nome, claro, Fausto.

(E ri; pensei De Marlowe, Goethe ou Mann?)
Deboche? Embora moça,
no rés,
eu já roí o mundo,
provei,
eu já sorvi da fruta;
ruí,
eu fui ao triste fundo,
feroz,
e trouxe a força bruta.

(Defesa, medo?, ação!, instinto, apuro, mágica,
dobrou-me o rosno, a tropa: alexandrino clássico.)
Resolve ameaçar o Cujo Mefistófeles?

Perdão, senhor Diabo.
Sinhô.

(Tirava, de seu bolso, a convenção.)
Da sombra às vossas ordens,
Patrão,
disponde: servo humilde
no detto Malebolge;
Barão,
em troca, apenas pouco:
desejo um cetro: o sexo
que me pertence, inverso.

Tenciona usá-lo?, aplique.

Demais:
foder aquela vulva.

(Reprimem rédeas, brusco, e Sumaré,
alerta-nos mulher sem vida: a Voz.)
Aquela quem? Helena?

De Troia? Tss. A Lotte.
(Surgindo, em suas mãos, um bisturi.)
Caneta, nem aduzo;
pois tinta vem do pulso.

Vencido. Em casa; desça.

Blecaute e começa a tocar Kris Kristofferson:
The silver tongued devil and I; a partir de 2’02”,
até o final

O vagão desapareceu.

2. Silver tongued devil

  SUPOSTO MEFISTÓFELES (aparte)

Espírito que nega ou carne afirmativa?

Volta-se para Fausto.

Dispensa, o nosso pacto, o nosso trato, facas.
Em baixo-baixo-ventre, eu planto imenso
membro –
e faz papel de sangue, o mais cruel dos sêmens.

FAUSTO

Ai de mim!,
logo o Rei
da Mentira.

SUPOSTO MEFISTÓFELES (aparte)
Do Mentiras.

FAUSTO

Não trapacearíeis?, não?
(aparte) Socorro, senso!

SUPOSTO MEFISTÓFELES
Anseia, louco – ou louca? –, erectus novidade;
não anseia?

FAUSTO

Louco! Louco!

SUPOSTO MEFISTÓFELES

Louca, Doutora Fausto: ainda falta o cetro,
robusto fruto içado após selvagem sexo.

FAUSTO

Mas eu sou –

SUPOSTO MEFISTÓFELES

Perfeito ato; um dia – aguarde e Bom proveito!

FAUSTO (tirando a roupa)

Ai de mim!
Qu’esta vil canoa vire veleiro,
pois; com bravo mastro, além da cidade,
nuvens, lua – Lotte, enfim, satisfeita.

SUPOSTO MEFISTÓFELES

Primeiro às nuvens, nós. Pacto!, ao trato!
(aparte) Inocente.

Blecaute e começa a tocar Milton Nascimento:
Encontros e despedidas; em 2’04”, fade out –
simultaneamente, preparando as próximas sensações,
Milton mescla-se com Miles Davis:
Bitches Brew
(fade in); a partir de 37”, até 2’11”.

sonho

sertão nenhum ruído em plena praça
vazia sempre tão voraz inquieta
nenhuma voz confusa passa nada
abri o livro um livro invicto rosa
agora nu porque na pressa a capa
desfeita mas na capa havia cummings
poeta aqui no topo desta escada
alcei meus pés à ponta corpo rijo
flutuam sobre minhas mãos palavras
parece até que oferto livro verso
no altar sem deus somente aguardo chuva
carrega tinta e mágoa aquela nuvem
aguardo
aguardo
a chuva
e ela chega
silente e não com água descem pontos
parêntesis
vírgulas
traços
descem fartos

Últimas Notícias