"O empreendedor real no Brasil é pobre. E negro" | Jornal Plural
17 jul 2019 - 21h02

“O empreendedor real no Brasil é pobre. E negro”

Assista a debate promovido pela tevê legado sobre o empreendedorismo negro

A participação do negro no mundo do “empreendedorismo” brasileiro é subestimada. Quem afirma isso são as pessoas que convivem de perto com um tipo de empreendedor que não tem nada a ver com a imagem vendida das startups milionárias e do Vale do Silício.

Num debate sobre o empreendedorismo negro, promovido pela TV Legado, com participação do Plural, o assunto foi discutido por Crisfanny Soares, da Aliança Empreendedora, e Geovana Conti, da Youngers.

Geovana conta, por exemplo, a história de uma moça da Vila Torres que tinha R$ 10 para comprar fraldas. Como não era suficiente, comprou insumos para fazer copinhos de um iogurte caseiro. Vendendo a produção, conseguiu R$ 75: suficiente para fraldas, lenços umedecidos e para guardar R$ 10 para começar tudo de novo no dia seguinte.

Crisfanny, que trabalha adaptando metodologias sofisticadas para empreendedores que não têm condições de frequentar cursos de Administração, diz que a maior parte dos empreendedores brasileiros tem esse perfil: empresas pequenas, de subsistência.

E a maior parte é de negros. Embora não pareça. Geovana conta que num encontro de 400 mulheres empreendedoras, ela só viu mais três negras presentes. Como mudar isso? É o que está em debate no vídeo.

Para saber mais sobre o Instituto Legado clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias