Na última semana de março infecções respiratórias quase triplicaram no Paraná | Plural
1 abr 2020 - 18h07

Na última semana de março infecções respiratórias quase triplicaram no Paraná

Avanço de registros no estado ainda é bem menor que nos outros estados do Sul

O Paraná teve 280 notificações por síndrome respiratória aguda grave na semana de 23 a 29 de março. Esse total é quase três vezes maior que o registrado no mesmo período de 2019, quando 96 casos foram contabilizados.

O aumento foi registrado no monitor de casos de hospitalização por sintomas como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade respiratória da Fiocruz.

É a terceira semana em que o Paraná registra aumento em relação a 2019. Na segunda semana de março o total de casos foi quase o dobro do ano passado. Na terceira, o aumento deu uma desacelerada e subiu apenas um quarto em relação a terceira semana de março de 2019. Mas na quarta semana, segundo dados liberados nesta quarta, voltaram a crescer.

Apesar do crescimento dos registros no Paraná, a situação no estado é menos alarmante que nos outros estados do Sul. Em Santa Catarina, os registros na quarta semana de março aumentaram dez vezes. E no Rio Grande do Sul o crescimento foi de quase 20 vezes.

No Brasil inteiro o aumento de casos foi de 6 vezes.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Assuntos:

Últimas Notícias