Lucro da Copel salta 90% e bate R$ 2,7 bilhões em 2020 | Jornal Plural
13 nov 2020 - 17h52

Lucro da Copel salta 90% e bate R$ 2,7 bilhões em 2020

Só no terceiro trimestre, lucro líquido da Companhia Paranaense de Energia foi de R$ 680 milhões; valores não incluem venda da Copel Telecom

O lucro líquido do terceiro trimestre de 2020 da Companhia Paranaense de Energia (Copel) fechou em R$ 680 milhões, cerca de 11% a mais do que a cifra do mesmo intervalo de 2019, que foi de R$ 614 milhões. Impulsionados pelo resultado do trimestre anterior, os primeiros nove meses de 2020 (janeiro/setembro) já somam um lucro de R$ 2,786 bilhões, 90% a mais do que o R$ 1,466 bilhão acumulado de janeiro a setembro do ano anterior.

Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (12) e analisados em conferência on-line nesta sexta (13), quatro dias após a venda da Copel Telecom, subsidiária de telecomunicação da empresa, cuja alienação de 100% dos ativos se deu por R$ 2,395 bilhões.

Mas os dados divulgados hoje ainda não absorvem os valores da venda. Aos participantes do evento de divulgação dos resultados, o diretor de Finanças e Relações com Investidores da companhia, Adriano Rudek de Moura, explicou que a privatização completa da Copel Telecom só deve ser concluída em meados de 2021. Até lá, o acordo ainda precisa ser homologado e aprovado. A previsão é de que o contrato de compra e venda das ações seja assinado em janeiro e, então encaminhado à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que terão um prazo de três meses para analisar o processo e dar sinal verde para a assinatura final do documento.

Texto do relatório trimestral diz que “o ganho de capital a ser apurado deverá ser contabilizado na competência em que forem cumpridas todas as condições suspensivas previstas no Contrato de Compra e Venda de Ações (CCVA), por ser este o momento que a Copel terá controle sobre o direito ao recebimento do preço pactuado pela venda das ações da Copel Telecom”.

Fonte: Copel

Classificado pelo diretor-presidente da empresa, Daniel Pimentel Slaviero, como um período de  “robusta geração de caixa”, os meses de julho, agosto e setembro de 2020 também foram bastante positivos para o Lucro antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, o Ebitda, excluindo itens não recorrentes. Em comparação com o mesmo período do ano passado, o indicador se superou em 28% e atingiu a marca de R$ 1,240 milhões. Nos três primeiros trimestres de 2020, o Ebitda somou 3,514 bilhões, 16% a mais do que o mesmo período de 2019.

Já a receita operacional líquida totalizou R$ 4.329,8 milhões no último trimestre, apresentando crescimento de 3,6% em relação aos R$ 4.179,2 milhões registrados no terceiro trimestre de 2019.

A estatal explicou que o desempenho positivo do trimestre tem a ver, entre outros pontos, com o maior volume de energia comercializada e com a revisão e reajuste tarifário dos contratos da transmissora na Copel Geração e Transmissão (Get).

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Um comentário sobre “Lucro da Copel salta 90% e bate R$ 2,7 bilhões em 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias