Curitiba registra baixa nos casos de Covid, mas "ainda é cedo para comemorar" | Jornal Plural
Clube Kotter
27 jul 2020 - 17h52

Curitiba registra baixa nos casos de Covid, mas “ainda é cedo para comemorar”

Segundo dados da Secretaria de Saúde, cidade tem mais 295 confirmações da doença, totalizando 17.328 infectados

Nesta segunda-feira (27), Curitiba registrou 295 novos casos de infecção pelo novo coronavírus. É o segundo dia seguido que a cidade apresenta número abaixo dos registrados da semana passada. No boletim de domingo (26), foram 245 casos confirmados.

“Ainda é cedo para comemorar qualquer coisa”, afirmou a médica infectologista Marion Burger, para salientar que as confirmações seguem na casa das centenas, e não das dezenas, como nas primeiras semanas da pandemia na capital.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, com os novos registros, 17.328 pessoas testaram positivo para o novo coronavírus. Desse total, 10.334 estão liberados do isolamento e outros 6.514 estão com a doença em fase ativa, ou seja podem transmitir o vírus. 

O município teve, ainda, 15 novos óbitos de moradores da cidade. Até agora foram registradas 480 mortes pela doença. As vítimas mais recentes tinham idade entre 41 a 98 anos, seis eram mulheres e nove eram homens. Do total, 12 ocorreram nas últimas 48 horas e os outros três, entre os dias 14 e 25 de julho.

Todos os pacientes tiveram atendimento médico e 14 estavam internados em hospitais públicos e privados. Muitos passaram mais de um mês internados. Outra vítima, uma mulher de 98 anos, estava em cuidados paliativos. 

Quatro deles tinham menos de 60 anos e dois pacientes não tinham fatores de risco e doenças prévias para complicações da Covid-19. Além dos 480 óbitos confirmados, outros oito estão em investigação.

Há ainda outros 529 casos em investigação, aguardando resultado de exames. Entre os casos confirmados, 641 pacientes estão internados em hospitais públicos e privados da capital paranaense, 252 deles em UTI.

A taxa de ocupação das 345 UTIs do SUS exclusivas para Covid-19 nesta segunda-feira é de 90% – todos aqueles que deram entrada no internamento com sintomas suspeitos de síndromes respiratórias agudas graves vão para leitos exclusivos Covid-19 e não apenas os com casos confirmados.

Há 35 leitos livres. “Todo mundo ficou muito preocupado com o aumento de taxa de ocupação das UTIs em Curitiba, mas a gente vem alertando: estamos em uma pandemia. As pessoas praticamente voltaram à vida normal”, disse a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak. Ela ressalta que as medidas de precaução continuam em vigor – inclusive o uso obrigatório de máscaras.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias