16 mar 2022 - 17h17

Após negociação, vale-alimentação de servidores de Araucária passa de R$ 520 para R$ 1 mil

Trabalhadores dizem que vão continuar a mobilização por reajuste salarial e uma nova rodada de negociações está prevista para maio

Trabalhadores da prefeitura de Araucária passarão a receber R$ 1 mil em vale-alimentação a partir de abril, após rodada de negociação ocorrida na terça-feira (15) entre a administração municipal e o sindicato que representa a categoria.

O valor anterior era de R$ 520. Apesar do ganho, o Sindicato dos Servidores de Araucária (Sifar) promete continuar a mobilização por reajuste salarial.

A mesa de negociação ocorreu depois de muita tensão entre o Executivo e os trabalhadores. Em outubro do ano passado, o Sifar organizou uma paralisação da categoria. Em fevereiro deste ano, os servidores fizeram uma greve de três dias para pressionar a gestão do prefeito Hissam Hussein (Cidadania).

Os dias que não foram trabalhados em fevereiro vão ser descontados dos salários dos grevistas. Ao Plural a prefeitura disse que o valor total destes descontos só será levantado no dia 20. O sindicato recorreu judicialmente para evitar o prejuízo e diz que a categoria está disposta a repor as horas referente à paralisação.

Em nota, o Sifar mencionou que a “vitória parcial deve servir para ampliar a mobilização em busca do nosso reajuste salarial, que mais uma vez foi negado pela gestão”. A prefeitura não respondeu aos questionamentos da reportagem sobre a reunião.

Mais um capítulo

Apesar do acerto sobre o vale-alimentação, uma nova mesa de negociação está prevista para maio, quando deverá ser discutidas as datas base atrasadas referentes aos dois últimos anos – cerca de 25% de defasagem salarial.

O Sifar também pretende fazer uma reunião com servidores aposentados e manter a mobilização por reajuste salarial, além do descongelamento no plano de carreiras.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Um comentário sobre “Após negociação, vale-alimentação de servidores de Araucária passa de R$ 520 para R$ 1 mil

  1. Não houve negociação alguma. Os salários estão congelados há 3 anos. O prefeito se nega a discutir a reposição inflacionária dos servidores a despeito de o município ter tido sua arrecadação aumentada no período de pandemia e estar bem longe de atingir a margem prudencial da lei de responsabilidade fiscal. Para além disso a prefeitura pretende terceirizar serviços públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

Post adultera áudio e mente ao afirmar que Lula foi xingado em Caruaru

É falso conteúdo publicado no Facebook afirmando que Lula foi hostilizado ao participar da festa junina em Caruaru, Pernambuco. A publicação sofreu edição com a introdução de um áudio com gritos de “ladrão”. No conteúdo original, o ex-presidente é aplaudido durante um ato político de um aliado em Uberlândia, Minas Gerais. No post, é tocado um jingle de pré-campanha eleitoral

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds