Aferição de temperatura corporal pode ser obrigatória no Paraná | Jornal Plural
Clube Kotter
19 maio 2020 - 21h47

Aferição de temperatura corporal pode ser obrigatória no Paraná

Verificação identificaria pessoas em estado febril, sintoma comum entre os casos confirmados de covid-19

Um projeto de lei apresentado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) quer tornar obrigatória a aferição de temperatura corporal na administração pública e em estabelecimentos de uso coletivo. A medição poderá ocorrer por meio de termômetros infravermelhos ou por imagem.

A proposta, que está tramitando na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), também foi assinada pelos deputados Ademar Traiano (PSDB), Alexandre Curi (PSB), Michele Caputo (PSDB) e Tercílio Turini (CDN). A justificativa é de que a temperatura deve ser aferida a fim de verificar a presença de pessoas com quadro febril, sintoma comum entre os contaminados pelo novo coronavírus.

Em caso de descumprimento da lei, o estabelecimento poderá ser multado em R$ 533. O valor pode ser dobrado em caso de reincidência e a fiscalização fica a cargo da Vigilância Sanitária.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias