"Situação da pandemia está começando em Curitiba" | Jornal Plural
24 jun 2020 - 17h40

“Situação da pandemia está começando em Curitiba”

Com mais de 3.500 confirmações da doença na capital, e 120 mortes, médica infectologista diz que pico ainda não chegou

ATENÇÃO! A divergência entre dados municipais e estaduais acontece pois não há um sistema integrado de informações. Além disso, os critérios de divulgação da Secretaria da Saúde do Paraná e da Secretaria Municipal de Saúde são diferentes.

Nesta quarta-feira (24/6), a médica infectologista Marion Burger afirmou que a cidade ainda não viu o pico da pandemia: “A situação da pandemia está começando em Curitiba, não estamos no pico da doença. Ele nos espera, provavelmente, nas próximas semanas, no próximo mês”, disse a médica em live no Facebook.

A fala veio no dia em que a cidade registrou 475 novas confirmações da doença: 206 exames de farmácia, que contam como recuperados; e 269 novos casos ativos da doença. No total, são 3.773 infecções pelo coronavírus. Alguns saltos de confirmação tem sido registrados porque a Secretaria Municipal de Saúde acessa resultados de exame em blocos. Essa forma de notificação tem sido comum nos casos de testes de farmácia, em que o órgão precisa verificar se as pessoas que testam positivo na cidade de fato moram na capital.

Curitiba também registrou quatro novos óbitos nas últimas 24 horas. Ao todo, 120 moradores já morreram em decorrência de complicações da Covid-19. Todas as novas vítimas são homens, com idades entre 72 e 82 anos e estavam internados. As mortes aconteceram nas últimas 48 horas e os pacientes tinham doenças crônicas graves.

Mortes, internações e uso de UTIs também aumentaram. Imagem: Plural.jor.br

Houve aumento, também, no número de pessoas internadas e em UTI: são 303 pacientes em hospitais, 101 deles são casos graves. A taxa de ocupação das 223 UTIs do SUS exclusivas para Covid-19 na capital é de 83% – todos aqueles que deram entrada no internamento com sintomas de síndromes respiratórias agudas graves vão para leitos exclusivos Covid-19 e não apenas os com casos confirmados.

Confira a situação dos principais hospitais da região, leitos SUS e particulares. Imagem: Plural.jor.br
Números das UTIS públicas e privadas. Imagem: Plural.jor.br

A cidade registra, ainda, 496 casos suspeitos, 2.241 recuperados e 2.696 descartados.

No Paraná

O Paraná registrou nesta quarta-feira (24/6) 1.097 novas confirmações e 23 mortes causadas pelo coronavírus. O estado soma 16.769 casos e 510 mortos. O número de confirmações é maior que o acumulado de casos dos primeiros 41 dias de monitoramento, que somavam 1.024 diagnósticos positivos no dia 21 de abril.

Hoje, 535 pessoas com diagnóstico confirmado estão internadas. Deste total, 425 pacientes estão em leitos SUS (175 em UTI e 250 em leitos clínicos/enfermaria) e 110 em leitos da rede particular (42 em UTI e 68 em leitos clínicos/enfermaria). Há outros 899 pacientes em leitos UTI e enfermaria que aguardam resultados de exames. Eles estão em unidades hospitalares das redes pública e particular, e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus.

Morreram mais 23 pacientes, e todos estavam internados. São dez mulheres e 13 homens, com idades que variam de 36 a 100 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 21 e 24 de junho. Os pacientes que faleceram residiam em Curitiba (3); dois em Apucarana, Colombo, Maringá, Quatro Barras. E um paciente em cada um dos municípios de Adrianópolis, Arapongas, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Colorado, Moreira Sales, Peabiru, Pinhais, Piraquara, São José dos Pinhais, Sapopema e Verê.

Com o avanço dos casos de infecção, 335 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Flórida, Ivatuba e Porto Amazonas registraram casos pela primeira vez. Em 123 municípios há óbitos pela doença.

O monitoramento da Secretaria registra 194 casos de residentes de fora. Onze pessoas morreram.

Há quatro ajustes de municípios de residência de casos já confirmados. Um caso confirmado na data de 21/6 em Guaíra foi transferido para Toledo. Um caso confirmado na data de 21/6 em Rebouças foi transferido para Curitiba. Um caso confirmado na data de 21/6 em Bom Sucesso foi transferido para Maringá. Um caso confirmado na data de 2/6 em Campina da Lagoa foi excluído a por erro de notificação.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias