Procon contra o racismo | Jornal Plural
Clube Kotter
25 jul 2019 - 14h03

Procon contra o racismo

Caso de racismo durante audiência é registrado oficialmente por ordem de diretora

Um curitibano que compareceu ao Procon nesta semana achou que ia passar incólume com uma fala tipicamente racista. No meio de uma audiência, disse para a outra parte da negociação: “isso é coisa de preto”.

Cláudia Silvano, a diretora do Procon, que relata a cena, diz que assim que foi informada determinou que o episódio constasse na ata da audiência. Ou seja: o crime de racismo estaria registrado em um documento oficial.

“A parte que falou, quando percebeu o resultado do que havia dito, tentou – em vão – já que além do chefe do setor, o conciliador também presenciou o ocorrido, desdizer, alegando que não havia dito”, diz Cláudia.

“Não voltamos atrás e o que foi dito, foi mantido devidamente documentado, para que as medidas cabíveis sejam tomadas”, diz ela. “Não admitimos nenhuma forma de preconceito com quem quer que seja.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias