Expoente: venda aguarda decisão judicial | Plural
21 ago 2019 - 17h50

Expoente: venda aguarda decisão judicial

Venda aguarda autorização da Vara de Falências de Curitiba.

A venda do Grupo Expoente, anunciada no último dia 20 de agosto em carta a pais de alunos, depende da autorização da Justiça do Paraná, que pode ser confirmada nos próximos dias. O processo de recuperação judicial do grupo tramita na 2a. Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba desde 2010.

O Plural apurou que um grupo educacional local estaria disposto a assumir a rede, mantendo professores e funcionários atuais, além de assumir as dívidas da empresa, que estão em R$ 15 milhões. Se a operação se concretizar, o comprador irá assumir as duas unidades Expoente em Curitiba, além das instituições conveniadas ao Sistema de Ensino, num total de quase 200 mil estudantes em todo país.

Cerca de 80% do faturamento da empresa vem da comercialização de material didático e metodologia de ensino para outras instituições públicas e privadas.

A reportagem também levantou que a venda é um último recurso do grupo depois que a Justiça, que havia autorizado a contração de um empréstimo em maio desse ano, acatou uma manifestação da Procuradoria da Fazenda Nacional contrária ao contrato.

O empréstimo teria como garantia uma operação de venda da sede da unidade Água Verde, que é avaliada em R$ 12 milhões e tem 5,3 mil metros quadrados de área construída. O plano era que o próprio grupo passasse a ser locatário do espaço.

Também em maio o Expoente teria tido dificuldades para quitar a oitava parcela de pagamentos do plano de recuperação judicial, segundo dados da movimentação do processo na Justiça do Paraná.

A reportagem do Plural entrou em contato com a assessoria do Grupo, que informou que o processo segue em sigilo e que a empresa não irá se manifestar. No fim da tarde a reportagem voltou a contatar a assessoria, sem sucesso.

Assuntos:

Últimas Notícias