Desabastecimento de AstraZeneca que acontece SP não atinge o Paraná
11 set 2021 - 10h16

Desabastecimento de AstraZeneca que acontece em SP não atinge o Paraná

Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, está mantido o cronograma estabelecido para o estado

A falta de doses da vacina AstraZeneca que atinge o estado de São Paulo não preocupa o governo do Paraná. Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde, está mantido o cronograma estabelecido para o estado.

A SESA alegou que a priori não há motivos para se preocupar: “A princípio, não temos nenhuma preocupação em relação à chegada de novas doses. Estamos considerando o próprio cronograma do Ministério, aguardando as pautas que têm sido colocadas em relação à distribuição ao Paraná”.

A situação também não afeta a aplicação do imunizante na capital. A Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (SMS) declarou que até o momento não há falta de doses de Astrazeneca no município.

Segundo a SMS, não houve, até o momento, informação oficial sobre atraso de envio de doses para o município. A prefeitura ainda informa que Curitiba conta com estoque suficiente para aplicação de segunda dose de Astrazeneca para as próximas semanas. Além disso, a SMS relatou que se o Ministério da Saúde e a Secretaria da Saúde do Paraná (SESA) seguirem o calendário de entrega, o cronograma oficial de vacinação não será afetado posteriormente.

Matéria produzida por Jully Ana Mendes sob a orientação de João Frey

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias