Em Curitiba, taxa de mortalidade da Covid-19 é de 2,95% | Jornal Plural
14 ago 2020 - 17h43

Em Curitiba, taxa de mortalidade da Covid-19 é de 2,95%

Desde março, 777 curitibanos perderam a vida para o coronavirus

Com mais onze óbitos registrados nesta sexta-feira (14), Curitiba passa a ter uma taxa de mortalidade de 2,95% para o coronavírus. Ao todo, em 155 dias de contágio, 777 curitibanos morreram em decorrência de complicações da Covid-19.

Os óbitos divulgados hoje são de quatro homens e sete mulheres, com idades entre 61 e 89 anos. 78% das mortes registradas na cidade, por conta do SARS-COV-2, são de pessoas acima dos 60 anos. Exceto por uma das novas vítimas, todas os outras tinham comorbidades.

Dois dos novos óbitos ocorreram no dia 12 de agosto, e nove nesta quinta-feira (13). Todos os pacientes estavam internados em hospitais públicos e privados da capital. Os hospitais ainda contam com 554 pacientes internados, infectados pelo coronavírus; e 237 em UTIs.

Na capital, 12,8% das infecções pelo vírus têm resultado em internamentos. 59% dos pacientes acima dos 80 anos, na cidade, acabam precisando de cuidados hospitalares. A taxa de ocupação dos 355 leitos de UTIs do SUS exclusivos para Covid-19 é de 85%. Há 52 leitos de UTI do SUS livres em hospitais de Curitiba.

“Essa semana foi a mais tranquila em termos de ocupação de leitos”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, ou ressaltar que houve uma baixa na internação de casos graves.

Novos casos

Também foram confirmados mais 490 casos da infecção, totalizando 26.353 curitibanos que testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia. Destes, 21.319 estão liberados do isolamento e sem sintomas.

Com os novos recuperados, o total de casos ativos na cidade é de 4.257. Desde 07 de agosto, Curitiba tem mantido o número de pessoas transmitindo o vírus abaixo dos 5 mil.

Há ainda 553 casos em investigação. Entre os internados, há pacientes que aguardam resultado de exames desde 19 de julho. Além dos casos, 15 óbitos seguem sob suspeita.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias