Copel retira aumento a conselheiros de pauta da Assembleia Geral - Jornal Plural
24 set 2021 - 18h57

Copel retira aumento a conselheiros de pauta da Assembleia Geral

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) divulgou um aviso aos acionistas comunicando que o Conselho de Administração da empresa retirou a análise da revisão da…

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) divulgou um aviso aos acionistas comunicando que o Conselho de Administração da empresa retirou a análise da revisão da remuneração dos conselheiros da pauta da Assembleia Geral Extraordinária convocada para o dia 27 de setembro.

No fim de agosto, o Plural noticiou que no Conselho de Administração, a remuneração dos membros passaria de R$ 10,9 mil para R$ 14,7 mil. No Conselho Estatutário de R$ 15,9 mil para R$ 22,1 mil; e no Comitê de Avaliação e Indicação de R$ 6,2 mil para R$ 7,3 mil. A proposta retirada de pauta elevava em 3,7% o valor total global pago para remunerar o conselheiros da empresa.

Segundo o comunicado, assinado pelo diretor de Finanças e de Relações com Investidores, Adriano Rudek de Moura, foi mantida a convocação da Assembleia Geral Extraordinária, para deliberação das demais matérias constantes no edital, que será realizada às 15h da próxima segunda-feira (27). Como a assembleia acontecerá na forma parcialmente digital, o diretor esclareceu ainda que eventuais votos proferidos por meio do boletim de voto a distância em relação à matéria retirada de pauta não serão computados.

Na semana passada, o deputado Soldado Fruet tratou de várias questões relativas à Copel em discursos na Alep, entre elas a possibilidade de aumento aos conselheiros.

“Tem conselheiro que vai ganhar cerca de R$ 30 mil para participar de uma ou duas reuniões por mês. […] Já ganhavam bem, mas querem aumentar o salário, com a bênção do Governo”, relatou enquanto salientava que o salário dos diretores passa de um milhão de reais por ano. Por fim, Fruet manifestou que a situação era injusta visto que um diretor da Copel ganha o que um trabalhador paranaense não ganhará em sua vida inteira.

Texto de Jully Ana Mendes, sob orientação de João Frey

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias