Delegado Jacovós faz post transfóbico no Dia da Mulher | Jornal Plural
10 mar 2021 - 21h59

Delegado Jacovós faz post transfóbico no Dia da Mulher

Após ser pressionado por ativistas, deputado apagou a postagem

“No Dia das Mulheres, diga não à pirataria”. Essa era a frase transfóbica que abria o post de Facebook compartilhado pelo deputado estadual Delegado Jacovós no dia 8 de março. Quem “ilustrava” o posicionamento era Pabllo Vittar. A violência ficava ainda mais evidente na legenda escrita pelo parlamentar: “É que tem gente que insiste em achar que podem tentar se equiparar à criação divina chamada MULHER. Óbvio que não é preconceito! Se tem alguém que prefere a pirataria, problema seu!! Eu respeito!! E faça bom proveito. Mas acho que as mulheres são únicas e insubstituíveis!! Então também respeite a minha opinião (sic).”

Em entrevista ao Plural, a ativista trans Renata Borges Branco disse que chorou quando leu. “Não acreditei que estamos em 2021 e ainda existem deputados que vão contra os direitos humanos. Confesso que chorei. Fiquei em pânico, em choque. Cheguei a ligar pra Associação Nacional de Travestis e Transexuais para expressar a minha revolta. Parece que nada muda pra gente. Nós nunca vamos conseguir os privilégios da cisgeneridade. Somos nós que estamos na via da prostituição e temos uma expectativa de vida de 35 anos.”

No dia seguinte, a Frente Trans Paraná começou a se mobilizar. O movimento fez uma denúncia ao Ministério Público de Apucarana e enviou um ofício à Assembleia Legislativa do Paraná. O documento enviado ao MP argumenta que o post do deputado é “cruel” e “adoecedor”; diz que ele “vai contra a decisão do Supremo Tribunal Federal, na lei que equipara homofobia e transfobia ao racismo” e ainda chama a atenção para o fato de que pirataria é crime no Brasil. 

“Nós ficamos indignadas e nos sentimos deslegitimadas vendo esse post vindo de um parlamentar. A gente espera justiça, porque há uma sensação de impotência, de inexistência, de uma subcidadania imposta pelo modelo patriarcal”, pontuou Branco, que também registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.

Questionado pela reportagem, Jacovós foi sucinto: “Tenho respeito por todos os gêneros!! Meu post já esclarecia que não havia nenhum preconceito; tenho até amigos que são trans; em respeito a esses amigos o post foi retirado!! Reafirmo meu respeito a todos os segmentos da sociedade!”

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

5 comentários sobre “Delegado Jacovós faz post transfóbico no Dia da Mulher

  1. O deputado é preconceituoso até na resposta à acusação de homofobia pois usa a tradicional resposta do “tenho [até] amigos que são trans”. Ou seja, ele acha que “até” se permite ter amigos trans!!!

  2. Sempre a mesma ladainha de bolsolixos: , tenho até amigos isso, aquilo.
    É oq dá eleger esses trogloditas disfarçados de homens de “bem”.

    Quatro anos passa rapido deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias