25 abr 2022 - 8h00

Aja como dono!!!

Já conheci empresas onde os funcionários atuavam como donos, outras empresas que os fornecedores decidiam pelo dono e já vivi situações onde os clientes agiam como donos e decidiam prazos e valores…

Trabalhei muitos anos em uma empresa, pela qual tenho muito apreço e lá nós tínhamos nas paredes uma frase mais ou menos assim: “agimos como donos”. Lembro que na época que essa frase foi para as paredes eu fiquei pensando e ressignificando o que era “vestir a camisa”. Hoje essa frase ganhou um novo termo “ownership” ou “atitude de dono”.

Por incrível que pareça hoje atuando com consultoria eu me deparo com situações em que o próprio dono da empresa não age como se a empresa fosse dele! Você acredita?

Já conheci empresas onde os funcionários atuavam como donos, outras empresas que os fornecedores decidiam pelo dono e já vivi situações onde os clientes agiam como donos e decidiam prazos e valores…

Isso acontece contigo?

Querido empresário, não podemos deixar todas as atividades nas mãos dos funcionários, por mais que confiemos neles, algumas responsabilidades são exclusivas do dono da empresa.

Por exemplo, já falei em colunas anteriores sobre deixar o financeiro para os financeiros, isso para dar mais tempo ao empresário para olhar para seu negócio, ou seja, tira-se o operacional, mas não a responsabilidade do dono da empresa acompanhar os resultados e tomar decisões.

O agir como dono pode se aplicar aos dois, o funcionário deve entender que está ali para contribuir, zelar pela empresa, apontar divergências, dar sugestões, fazer seu trabalho, cada um no seu papel subordinado e gestor, mas sem tirar o papel e a responsabilidade do dono do negócio.

Vamos puxar um pouco pela memória, quando uma empresa nasce, muitas vezes no fundo do quintal, na sala de aula ou mesmo na mesa do bar elas já nascem com sócios que já se intitulam CEOs, CFOs e tantos outros “C-level” da empresa, para esses mais do que ter um negócio isso envolve realizar um sonho.

Se você não é um deles certamente deve conhecer alguém assim, que é apaixonado pela sua empresa que só sabe falar disso, a ponto de ninguém mais o aguentar! (risos)

E por que com o passar do tempo esse amor se transforma e diminui?

Lembre-se de suas responsabilidades:

  1. Não deixe de entender suas forças, no que você é bom, acompanhe o que está acontecendo, tendencias, concorrência e veja a necessidade de se especializar em algo a mais para aproveitar as oportunidades do mercado;
  2. Tenha o controle de tudo que acontece na empresa, entenda sua capacidade produtiva, a empresa funciona como uma engrenagem, se o time de vendas vende a empresa tem que ter capacidade de entregar o que foi vendido;
  3. O melhor vendedor do negócio é sempre o dono! Falo isso sempre. Continue vendendo sua empresa, participe do comercial, entenda como está o processo de vendas, busque treinamento para sua equipe, acompanhe os indicadores, saiba o que está acontecendo;
  4. Coloque processos no seu negócio, não fique refém de ninguém, mesmo porque sua empresa deve apresentar possibilidades de crescimento e desenvolvimento, não deixe ninguém amarrado em uma função só porque ele é bom;
  5. Construa um bom time, entenda o tipo de funcionário que está procurando, perfil e função, faça entrevistas, contrate e dê treinamento. Boas agencias podem te ajudar;
  6.  Esteja presente na sua empresa, a empresa é sua, participe, entenda, avalie, decida;
  7. Seja o exemplo de postura e comportamento.
  8. Tenha o controle.

A empresa é do dono, mesmo construindo um excelente time, tendo um perfil de empresa autogerenciável, tudo isso é consequência do crescimento do negócio, mas nada pode ser desculpa para te tirar a responsabilidade de dono.

Agir como dono não é ser “só o chefe” e só dar ordens, mas sim participar, entender seu negócio, orientar, planejar, e acompanhar o crescimento da sua empresa. 

Empreender não é fácil, sim, dá trabalho, mas é muito bom, porém nem todos tem o perfil empreendedor e está tudo bem!

Se está sendo muito difícil para você ser o dono considere se você está feliz fazendo o que está fazendo e repense suas escolhas. Não há nada de errado em perceber que não nasceu para isso.

Sim, dá muito trabalho, mas seu trabalho deve trazer resultados que compensam todo o esforço para valer a pena, “#ficaadica”.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova