Guerra de facções leva ameaça de rebelião a Curitiba e SJP | Jornal Plural
1 abr 2019 - 15h55

Guerra de facções leva ameaça de rebelião a Curitiba e SJP

Cadeia de São José, dominada pelo PCC receberia presos de outras facções

Um passo errado do governo Ratinho Jr. (PSD) poderá detonar uma rebelião de presos na região metropolitana de Curitiba – ou uma guerra entre facções dentro da cadeia. O alerta está sendo feito pelo Conselho da Comunidade, que fiscaliza a execução penal.

O problema começa na Casa de Custódia de Curitiba. Superlotada, a cadeia teve duas mortes e relatos de sequestros nos últimos dias. Os presos chegaram a arrombar a porta que leva para o pátio e só não tomaram o presídio porque não quiseram.

Criada para abrigar detentos acusados de crimes sexuais, a CCC também tem hoje entre os mais de 700 presos (num espaço para 492, no máximo) gente ligada a facções.

A ideia, para descongestionar o lugar é levar parte dos faccionados para outra Casa de Custódia, em São José dos Pinhais. Mas a emenda pode sair pior do que o soneto. Lá, a cadeia é dominada pelo PCC, inimigo das facções que chegariam ao presídio.

Segundo o conselho, há risco de rebelião em Curitiba – por parte dos presos que não querem ir a São José. E há risco de rebelião em São José – por parte dos presos que não querem receber os rivais.

E, caso a transferência ocorra, é dado como certo que vai haver sangue.

Últimas Notícias