Bailarina assassinada dará nome a jardinete em Curitiba | Jornal Plural
10 mar 2020 - 13h35

Bailarina assassinada dará nome a jardinete em Curitiba

Pai de Magó emocionou vereadores ao descrever a vida e a morte da filha

Maurício Borges, pai de Magó, a bailarina assassinada em Mandaguari no fim de janeiro, fez nesta quarta um discurso emocionado na Câmara de Curitiba. Houve vereador chorando.

A presença do pai da vítima tinha a ver com a votação de um projeto de lei, de iniciativa de Maria Letícia (PV), para que o nome de Maria Glória Poltronieri Borges seja usado para batizar um jardinete em Curitiba.

A proposta foi aprovada em primeiro turno. O jardim fica na Fazendinha, na esquina da Avenida Frederico Lambertucci com a Rua Maria Quitéria.

No discurso, o pai da bailarina disse que vai manter a luta da filha, feminista, e que espera que outros pais não sejam punidos porque suas filhas decidiram ir fazer um passeio a uma cachoeira estando sozinhas.

Segundo ele, a luta é para que as mulheres possam ser o que quiserem, fazer o que quiserem, sem correr riscos só por serem mulheres.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias