Ata do dia: a crise de Greca com os enfermeiros; Gilberto Ribeiro quer ser prefeito | Jornal Plural
17 mar 2019 - 23h16

Ata do dia: a crise de Greca com os enfermeiros; Gilberto Ribeiro quer ser prefeito

Enquanto Greca briga nas redes sociais, tem gente já de olho no seu cargo de prefeito

O fim de semana foi agitado na política local. Principalmente pela crise que o prefeito Rafael Greca (PMN) conseguiu criar para si mesmo, como é de seu costume. Sem qualquer necessidade, Greca comprou uma briga com os enfermeiros e as enfermeiras da rede pública, que só faltou chamar de preguiçosos.

Em um comentário no Facebook, disse que era impossível o pessoal das unidades de saúde e das UPAs adoecer por estresse, como se dizia. Se ficassem doentes, seria por “tédio ou excesso de descanso”, ou ainda por cometer exageros na folgas, disse o prefeito.

Os profissionais ficaram revoltados com razão e, na noite de sábado, depois de uma enxurrada de críticas, Greca se viu obrigado a recuar e a pedir desculpas publicamente à categoria.

Enquanto isso, os adversários já estão de olho no cargo de Greca. Ney Leprevost, em entrevista ao Plural, disse que a cada dia fica mais difícil a possibilidade de ele não sair candidato a prefeito.

Um dos políticos que deve estar ao lado de Ney nesta caminhada é Felipe Braga Côrtes (PSD). O vereador anunciou que aceitou um cargo na secretaria da Justiça, comandada por Leprevost. Deixar´sua vaga na Câmara para um suplente com o sugestivo nome de Alex Rato (PSD).

Em São José dos Pinhais, quem deve ser candidato é o deputado estadual Gilberto Ribeiro (PP), apresentador do Balanço Geral na RIC. Quem anunciou a candidatura foi o cacique do partido, Ricardo Barros.

Enquanto isso, Plauto Miró (DEM) resolveu fazer um grado à política mais bem-sucedida de Ponta Grossa em muito tempo. Pediu que a Assembleia homenageie Joice Hasselmann pelo Dia da Mulher.

Últimas Notícias