Ratinho diz que pode adotar quarentena drástica se população não mantiver isolamento | Jornal Plural
Clube Kotter
9 abr 2020 - 12h04

Ratinho diz que pode adotar quarentena drástica se população não mantiver isolamento

Segundo ele, são os desdobramentos da pandemia e o comportamento da população que irão determinar o rigor das medidas a serem adotadas

O governador Ratinho Jr. (PSD) afirmou nesta quinta-feira (9) que caso a população do Paraná não mantenha o rigor do isolamento social, poderá optar por adotar medidas mais drásticas de quarentena. Ações que hoje são meramente recomendadas, como a permanência em casa e o fechamento de atividades não essenciais, poderiam passar a ser obrigatórias.

A declaração veio em uma entrevista coletiva concedida por Ratinho nesta manhã sobre as medidas tomadas para evitar uma propagação maior da Covid-19. Hoje, o Paraná tem 550 casos confirmados da doença e 20 óbitos (três deles, ocorridos em Paranaguá, confirmados na própria coletiva pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto).

Ratinho disse que não tem como afirmar se essas medidas mais drásticas acontecerão, nem quando. Mas afirmou que todos os dias o governo faz uma avaliação dos dados e do comportamento da população, baseada inclusive na percepção de movimento nas principais cidades, em ruas e ônibus.

Embora em geral esteja alinhado com o governo de Jair Bolsonaro, Ratinho parece determinado a manter o isolamento social pelo tempo que for necessário. Disse nesta quinta que a vida deve voltar ao normal em cerca de quatro meses – embora não tenha afirmado que o isolamento irá ocorrer durante todo esse tempo.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias