29 abr 2021 - 11h50

Como lidar com crises de sentido? Pluralismo, identidade e instituições intermediárias

“As instituições foram criadas para aliviar o indivíduo da necessidade de reinventar o mundo a cada dia e ter de se orientar dentro dele”

A modernidade amplia esferas de liberdade individual, mas também coloca sobre os ombros de cada um o peso de se autodefinir, afirmando-se segundo valores próprios.

Normas dizem como se comportar diante dos outros, mas não como guiar a própria vida.

O pluralismo oferece uma ampla gama de visões de mundo, permitindo que coexistam pacificamente, mas também enfraquece as instituições, criando condições propícias a crises subjetivas e intersubjetivas de sentido.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Radiocaos Convescote

Neste episódio os textos e ideias prazerosas de Otto Leopoldo Winck, William Cruzoé Teca, Guilherme Zarvos, Sergio Viralobos, Edilson Del Grossi, Gabriele Gomes, Bernardo Pellegrini, Amarildo Anzolin, Francisco Cardoso de Araujo, Marielle Loyola, Flavio Jacobsen, Maurício Popija, Adriano Samniotto, Leonard Cohen, Wally Salomão, Natalia Barros, Trin London, Daniel Quaranta, Marcelo Brum-Lemos, Michel Melamed, Julio Cortazar, Mauricio Pereira, entre outros não menos alvissareiros.

Redação Plural.jor.br