Sindicatos se armam contra reforma da Previdência de Ratinho | Plural
28 jul 2019 - 21h43

Sindicatos se armam contra reforma da Previdência de Ratinho

APP e Fórum de Entidades Sindicais dizem que servidores não aceitam perder direitos

Obviamente o anúncio de Ratinho Jr. (PSD) de que o governo pretende enviar uma reforma da previdência à Assembleia não ia passar em branco. Os sindicatos do funcionalismo já se preparam para mais uma batalha sobre o tema (para lembrar: a última “reforma” foi a que culminou no 29 de abril).

Coordenadora do Fórum de Entidades Sindicais (FES), Marlei Carvalho diz desde já que os servidores não aceitarão perder direitos. ” Não aceitaremos retirada de direitos. Uma reforma precisa melhorar e ter perenidade. Os servidores têm um bom trabalho e conhecimento da Previdência do Estado”, diz.

Marlei também afirma que “qualquer reforma precisa ser amplamente debatida com os servidores”.

A opinião é a mesma de Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato. “Não pode ser feito por imposição. Temos que ser ouvidos nesse processo”, afirma. “E não concordamos com esse conceito de reforma que vem guiando as últimas reformas previdenciárias no Brasil”, diz.

Ratinho Jr. disse na semana passada que, caso o Senado não inclua estados e municípios da Reforma da Previdência que tramita no Senado mandará ele mesmo um projeto de lei para trara das aposentadorias do funcionalismo paranaense. E deu a entender que isso aconteceria em breve.

Segundo o governador, o Paraná tem um déficit anual de R$ 8 bilhões com a previdência e que cresce a uma taxa de R$ 700 milhões/ano.

Últimas Notícias