Justiça autoriza transferência de Lula | Plural
7 ago 2019 - 9h57

Justiça autoriza transferência de Lula

O ex-presidente poderá ser transferido para estabelecimento prisional em São Paulo, decidiu a juíza substituta da 12a. Vara da Justiça Federal em Curitiba.

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva poderá ser transferido para estabelecimento prisional em São Paulo, decidiu nesta quarta-feira, dia 7, a juíza substituta Carolina Moura Lebbos. Ela acatou um pedido feito pela Superintendência da Polícia Federal do Paraná (PF-PR), que abriga Lula há um ano e quatro meses, desde que ele foi preso.

A PF-PR alega que a permanência do ex-presidente em sua sede, em Curitiba, acarreta custos e demandas excessivas a instituição, além de ter alterado a rotina da vizinhança e exigido presença constante de forças de segurança, uma vez que o local atrai grupos políticos antagônicos.

Em resposta ao pedido, a defesa de Lula alegou que ele representa situação peculiar e há a necessidade de resguardar sua segurança na condição de ex-presidente. E solicitou que seja cumprida a determinação de que o cumprimento da pena ocorra em estabelecimento próximo de sua família e domicílio, localizado na Grande São Paulo.

Com a decisão, o destino de Lula será decidido pelo Juízo competente pela Execução Penal em São Paulo. Como ex-presidente, ele tem direito a cumprir a pena em sala de Estado Maior, e não em cela.

Confira a decisão:

Assuntos:

Últimas Notícias