Greca sanciona subsídio para empresas de ônibus de Curitiba | Jornal Plural
6 maio 2020 - 14h22

Greca sanciona subsídio para empresas de ônibus de Curitiba

Sanção veio horas depois da aprovação do projeto na Câmara de Curitiba; dinheiro deve sair do fundo anticrise da prefeitura

O prefeito Rafael Greca (DEM) sancionou, na noite de terça-feira (5), o projeto que fornece um socorro financeiro de R$ 54 milhões para as empresas de ônibus de Curitiba. A ideia, segundo a prefeitura, é “socorrer” o transporte coletivo da capital, que teria perdido mais de R$ 25 milhões na sua receita.

A sanção de Greca veio horas depois da proposta ser aprovada, por 23 votos a 9, em segundo turno, na Câmara Municipal de Curitiba. A prefeitura argumenta que houve uma redução de 70% no número de passageiros devido as medidas de isolamento social impostas pela pandemia do coronavírus. Esse auxílio da prefeitura deve durar três meses, mas pode ser prorrogado e até ter aumento no seu valor. Tudo depende das recomendações das autoridades de saúde locais.

O dinheiro para ajudar as empresas deve sair do Fundo de Recuperação e Estabilização Fiscal (Funrec). Greca já disse que esses R$ 54 milhões sairão de uma quantia de R$ 200 milhões do fundoanticrise da prefeitura. A verba deve ser destinada para cobrir custos administrativos, seguro de vida, planos de saúde, folhas de pagamento e cesta básica para os funcionários das empresas e tributos.

De acordo com a prefeitura, o custo do sistema será reduzido em 50,6%. A quantia passará de R$ 79 milhões para R$ 38 milhões. Segundo a Urbanização de Curitiba (URBS), serão destinados repasses mensais de R$ 18 milhões a R$ 20 milhões.

Validade do cartão transporte

Com a sanção, a prefeitura agora também garante a prorrogação da validade dos créditos do cartão transporte. Pelas regras atuais, os créditos duram por 1 ano após a sua aquisição. Pela emenda, aprovada pelos vereadores nesta semana, esse prazo ficará suspenso durante a pandemia.

Portanto, o cidadão que tem seus créditos perto do vencimento, poderá continuar usando de maneira ilimitada durante esse regime especial do transporte coletivo.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias