Fascículo 41: Aglomeração, álcool gel e papel higiênico | Plural
22 mar 2020 - 14h33

Fascículo 41: Aglomeração, álcool gel e papel higiênico

Acompanhe os novos verbetes do dicionário bolsonarista de Carlos Castelo

AGLOMERAÇÃO: Grande quantidade de pessoas; agrupamento, aglomerado, ajuntamento, multidão. A aglomeração é incentivada pelo nosso chefe de Estado, mesmo em pandemias, para que a economia não pare de crescer.

ÁLCOOL GEL: Solução coloidal de um sólido disperso num líquido, que apresenta qualidade elástica, relativa resistência e preço elevadíssimo no comércio de todo o Brasil.

BOLSONARO ACABOU: Mote utilizado pela extrema esquerda, em conluio com o Partido Comunista Chinês e a Coreia do Norte, para desestabilizar o impacto positivo do governo brasileiro sobre a sua população.

DÓLAR: Mudemos de assunto.

EDUARDO BANANINHA: Alcunha aplicada pelo general Mourão ao deputado federal Eduardo Bolsonaro. Dizem que poderia referir-se tanto à palermice do filho 03, como às dimensões risíveis de seu membro viril.

ESTADO DE SÍTIO: Medida extrema que, no Brasil, pode ser decretada no caso do chefe de Estado apresentar sintomas claros de catatonia, cretinice e falta de caráter.

GRIPEZINHA: Um vírus letal que matou milhares de pessoas pelo mundo inteiro, mas não vai derrubar um capitão do Exército brasileiro.

MANDETTA: Ministro encarregado da saúde pública que, às vezes, fala coisa com coisa, e outras vira um pau mandetta do seu chefe.

PAPEL HIGIÊNICO: Tipo de papel fino e absorvente, que se desmancha em contato com a água, utilizado para uso sanitário e higiene pessoal. Em meados de março de 2020, o papel higiênico passou a ser cotado no Ibovespa, competindo com as ações de empresas petrolíferas e metalúrgicas.

PARTIDO COMUNISTA CHINÊS: Arquiteto do coronavírus e inimigo número 01 do filho 03 do presidente Jair Bolsonaro.

PIB: Produto Interno Bruto. Já foi PIB, depois Pibinho e, no momento presente, virou PI – Produto Interno do Piauí.

VELHINHOS DE COPACABANA: Segundo a presidência, as verdadeiras vítimas do coronavírus a quem os chineses querem eliminar por alguma escusa razão geopolítica e econômica.

VOSSA INSOLÊNCIA: O equivalente, na atual administração, a Vossa Excelência.

Deixe uma resposta

Últimas Notícias