Em quarentena, candidatos usam a Internet para começar a campanha | Jornal Plural
Clube Kotter
28 set 2020 - 9h23

Em quarentena, candidatos usam a Internet para começar a campanha

Primeiro dia de campanha teve vídeos, lives e até candidata que se recusou a sorrir

A campanha eleitoral de 2020 começou oficialmente neste domingo (27). E os candidatos à prefeitura sabem que, como se trata de uma campanha excepcionalmente curta, não faz sentido perder tempo esperando os programas de tevê. Até porque, com tantos candidatos, a maioria terá poucos segundos para aparecer no vídeo.

Em tempos de pandemia, sem poder fazer eventos nas ruas, a saída que os candidatos encontraram foi levar a campanha para a Internet. Neste domingo, vários deles postaram vídeos, fotos, fizeram lives, tudo para anunciar a candidatura e tentar mostrar que são uma opção disponível

Houve quem plantasse árvores, como o professor Renato Mocellin (PV), que foi ao parque com sua vice e distribuiu mudar para os candidatos a vereador plantarem em suas casas. Houve quem postasse vídeos produzidos dentro de casa mesmo, como João Arruda (MDB) falando da Lei Maria da Penha.

Teve o pessoal que preferiu live para lançar a campanha, como Goura (PDT), que apareceu ao lado da vice, Ana Moro. E teve quem preferiu ir às ruas mesmo na quarentena, como João Guilherme (Novo), que promoveu uma carreata de lançamento da candidatura.

E nem todo mundo foi de audiovisual. A candidata do PSol, Letícia Lanz, escolheu o famoso textão de Facebook como primeira arma. Numa foto propositadamente de cabeça baixa, sem sorrir, apareceu dizendo estar triste com tudo que está ocorrendo com o país e afirmando ser “a candidata do descrédito”.

O prefeito Rafael Greca (DEM), que acabou depois sendo internado com Covid, lançou no domingo um vídeo falando da carta-compromisso que todos os candidatos de seu partido estão assinando. Greca, aliás, é quem terá maior tempo de tevê, de longe, entre os candidatos.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias