Ratinho libera pesca em rios mesmo durante piracema | Jornal Plural
Clube Kotter
21 fev 2020 - 14h29

Ratinho libera pesca em rios mesmo durante piracema

Resolução permite atividade de pesca no momento em que os peixes estão se reproduzindo

O governo do Paraná está publicando uma resolução que permite a pesca nos rios estaduais mesmo durante o período da piracema, em que tradicionalmente, por lei, os peixes ficam protegidos para poderem se reproduzir e renovar as espécies.

Nos rios federais que passam pelo estado, como o Paraná e o Paranapanema, a pesca de espécies exóticas também foi permitida desde já, quando deveria ser autorizada só depois do fim de fevereiro. Nesse caso específico, o governo pede que, caso o pescador fisgue um peixe nativo, devolva-o imediatamente à água.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Sustentável do Paraná, Márcio Nunes (PSD), a ideia é “elevar a um novo nível o turismo no estado”, incentivando que os paranaenses e pessoas de outros estados pesquem nos rios ainda durante o carnaval – quando a pesca deveria estar suspensa.

Em mensagem enviada por Márcio Nunes afirma que alertou a PM e a Força Verde para que não causem transtornos aos pescadores de agora até o dia primeiro, quando pela lei federal a pesca está proibida.

“Já comuniquei o Coronel Pericles – Comandante Geral da Polícia Militar, o Coronel Adilson Comandante da Força Verde. Eles estarão orientando os pescadores. Principalmente os que estão em rios fora da jurisdição estadual. Vocês têm o dever de entrar em contato com todos os responsáveis pela Força Verde para que não ocorra nenhum tipo de transtorno no dia de amanhã até o dia 1 de março. Mostrando a resolução e explicando que os peixes exóticos e alóctones estão liberados a pesca o ano todo”, diz o secretário.

O Plural também teve acesso a mensagens de fiscais que dizem que a autorização afronta a lei federal e que a fiscalização da nova resolução será confusa.

“As matérias e informações prestadas pelo estado do Paraná está causando um grande transtorno e está nos colocando em uma situação de confronto com a fiscalização dos demais estados.”

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias