Greca e Ratinho ignoram Bolsonaro e mantêm restrições | Plural
25 mar 2020 - 13h44

Greca e Ratinho ignoram Bolsonaro e mantêm restrições

Em pronunciamento, presidente disse que medidas de prevenção contra coronavírus eram exageradas

Um dia depois do pronunciamento de Jair Bolsonaro afirmando que as medidas de isolamento tomadas por prefeitos e governadores são exageradas, a maior parte dos estados reafirmou que continuará seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) na prevenção contra o coronavírus.

Em Curitiba, o prefeito Rafael Greca (DEM) deixou claro que as medidas restritivas seguem no mesmo formato. ”Continuamos seguindo a OMS”, afirmou o prefeito em uma live no Facebook. Greca disse que esse não é momento para se fazer política, e que o isolamento é necessário como prevenção.

O governador Ratinho Jr. (PSD), apesar de sua proximidade com Bolsonaro, também ignorou o pedido do presidente. Por meio de nota, o governo do Paraná afirmou que seguirá no mesmo caminho de antes e que todas as medidas de isolamento já tomadas – inclusive o fechamento de escolas e universidades – continuam valendo.

No entanto, nem Greca nem Ratinho aderiram de maneira mais aberta às críticas contra Bolsonaro. Em outros estados, governadores chamaram o presidente de irresponsável e chegaram a dizer que se trata de um caso de impeachment.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias