Como se matar sem sentir dor? - Jornal Plural
26 jun 2021 - 17h00

Como se matar sem sentir dor?

Se você chegou até aqui por conta do título, seja bem-vindo a um lugar seguro. Vamos conversar?

No último ano, a pergunta “como se matar sem sentir dor?” foi 70% mais procurada no Google, de acordo com o Trends, ferramenta que mostra o comportamento das buscas na plataforma. Caso você tenha repetido essa busca e caído aqui, esta é a primeira coisa que precisa saber: você não está sozinho. O medo é real – e a gente entende.

Estudos mostram que quando um país passa por uma piora socioeconômica, também há um aumento do sofrimento como um todo. Quem nos contou foi um especialista: o psiquiatra Deivisson Vianna, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ele completou dizendo que “vivemos numa crise não apenas sanitária, mas também política, econômica e social, com o retorno da fome”. Em outras palavras, “uma crise de autoestima nacional.”

Sobreviver ao Brasil tem se mostrado um baita desafio. Mas outra coisa que o professor nos falou merece ser escrita: a tentativa de suicídio é um pedido de ajuda. “E esse pedido de ajuda precisa ser ouvido. Às vezes alguém considera frescura ou acha que não pode ajudar porque não é especialista, mas ser ouvido é um jeito de diminuir a angústia.” 

Você já verbalizou o que está sentindo para alguém disposto a escutar?

Suicídio versus pandemia

Além do professor Deivisson, ouvimos a professora Sabrina Stefanello, também da UFPR. Ambos disseram que não é possível traçar uma correlação direta entre a pandemia do coronavírus e um possível aumento nos casos de suicídio. Ao menos não é isso que os estudos mostram – nem os dados. Em 2019, Curitiba teve 138 casos de suicídio. Em 2020, o número caiu para 122, ou seja, 11,5% a menos.

Você deve estar se perguntando: por que, então, as pessoas estão buscando mais sobre o assunto na internet? Deivisson nos deu uma importante pista lá no início. Sabrina tem outro palpite: “A possibilidade de uma morte desesperadora pode ser muito angustiante. Em Manaus, por exemplo, a gente viu muitas pessoas morrendo por falta de ar. Diante desse cenário, não me estranha que pessoas tenham buscado mais por alternativas.”

Na opinião da profissional, talvez as pessoas procurem possibilidades temendo alguma situação-limite e isso não quer dizer que elas vão necessariamente se matar. Ela também menciona aqueles que já tratavam algum transtorno mental e pioraram com a pandemia, principalmente os mais ansiosos. 

“Quase todos nós ficamos mais ansiosos. Pra alguém que já tinha um problema desse tipo, a pandemia pode ter exacerbado muito o quadro. E a gente vê isso na prática, durante os atendimentos. Algumas pessoas estavam em esquema de retirada de medicamento e precisaram voltar a tomar porque ficou intolerável.”

Seja qual for o caso, o acolhimento é a melhor saída – e a solidariedade pode ter a ver com o descompasso entre os dados. “Na minha bolha, eu vi muitas redes de solidariedade e pessoas se ajudando. O acesso à psicoterapia ampliou muito com a possibilidade do atendimento online. Existem grupos se colocando pra atender sem custo, com preço simbólico, com negociação. Na minha percepção, isso provavelmente teve um efeito que a gente não consegue mensurar diretamente.”

Como acolher?

“A gente vive num mundo de emojis de WhatsApp. Desaprendemos a escutar”, afirma Deivisson. “Existem estudos que apontam, por exemplo, que o médico consegue escutar o paciente por seis segundos antes de interrompê-lo com uma pergunta. A gente tem uma baixa capacidade de ouvir o sofrimento sem rapidamente partir para um julgamento, um aconselhamento ou uma resposta vazia como ‘vai dar tudo certo’, ‘não pense nisso’. O acolhimento é justamente a escuta não-julgadora.”

A dica, portanto, é não julgar, não infantilizar nem ridicularizar a demanda do outro. É claro que a psicoterapia é importante e também pode ajudar, mas fortalecer e ampliar a rede de apoio, na visão dos especialistas, é fundamental.

“Não é só uma questão da psiquiatria. É muito mais do que isso e é muito mais complexo do que a própria psiquiatria pode explicar. Então, eu acho mais honesto da nossa parte estimular que as pessoas acionem as suas redes significativas, porque em geral quem está ouvindo pode até não ter certeza do que fazer, mas pode tentar ajudar. Além disso, ao estimular as pessoas a falarem sobre o assunto, a gente vai destruindo o tabu, sabe?”, comenta Sabrina.

Prevenção é abrir espaços para as pessoas falarem das suas angústias; é facilitar o acesso a tratamentos; é ajudar, por exemplo, quem está passando por situações socioeconômicas muito difíceis, que podem ser extremamente estressantes e desesperadoras. Faça o que está ao seu alcance.

E se eu não tiver com quem falar?

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é de fácil acesso e tem compromisso com o sigilo. Então, caso você possa usar o telefone, ligue 188. É uma excelente alternativa. Você não será atendido por um médico nem passará por uma consulta. Quem faz o CVV é a própria comunidade. Você vai conversar com outra pessoa disposta a ouvir.

Não quer falar? Prefere escrever? Também dá. Clique aqui para acessar as informações de contato.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

99 comentários sobre “Como se matar sem sentir dor?

    1. Quem precisa de ajuda não costuma pedir, costuma querer cometer suicídio. Então não adianta usar títulos oferecendo ajuda, títulos com ‘suicidio’ em destaque são mais efetivos

      1. Oi Daniel, tudo bem? Este texto existe porque toda e qualquer menção ao tema suicídio acaba sendo bastante procurado via buscadores. Infelizmente nos últimos meses esse interesse aumentou (o que fiz muito sobre a situação de crise em que estamos). A gente não tem como tirar das pessoas o desespero que as leva a pensar nesse ato tão final. Mas resolvemos fazer um texto que as acolhesse. Obrigada pela audiência. Rosiane

      2. So pq a pessoa pedi ajuda não significa que ela não esteja bem mais ela pediu ajuda pq ela não quer cometer suicídio ela prefere receber ajuda prefere viver por isso pedi ajuda 🙂

    1. Eu sempre faço de tudo pra alegrar as pessoas ao meu redor, sempre me preocupo e ajudo as pessoas e não, não penso em ganhar nada em troca mas eu to cansado de ser sozinho, to cansado de não fazer falta pra ninguém, to cansado de viver, eu tento esconder isso no dia a dia no trabalho mas eu chego em casa e tenho vontade de sumir, de não acordar mais, eu só queria sumir. Ninguém é obrigado a me escutar, ninguém é obrigado a ouvir meus desabafos e eu não quero incomodar ninguém. Só to escrevendo aqui porque eu não tenho ninguém.

      1. Tenho pensamentos semelhantes irmão se quiser conversar
        Ou só desabafar sem ser.jukgado pode me chamar no whats
        11982203815 não está fácil pra mim TB
        Mas se quiser conversar estarei disposto a ouvir

    1. Oi Roberto, eu estou sentido a mesma coisa; eu vivi desde os 13 anos meio angustiado, só esperando o meu momento de ser feliz, mas os anos foram se passando e eu estava lá, aguardando pacientemente, mas quando finalmente parecia que eu estava muito perto de alcança-la, parece que a vida empurrou a linha de chegada mais uma vez para bem longe de mim; tenho 20 anos agora (mas como sempre fui antissocial, tenho mentalidade de 15). Se você quiser conversar sobre qualquer coisa, pode me chamar

    2. Oi me chamo Ruan

      Eu tenho depressão

      Infelizmente perdi meu irmão por conta que ele era envolvido com tráfico de drogas, eu não sabia disso, ele era bem legal mais com a perda dele eu fiquei deprimido, meus pai vivem brigando, eu não posso sair de casa para relaxar

      EU PRECISO DE AJUDA

      1. vdd.. estou esperando atendimento agora e ate agora nada. Estou numa angustia tão grande, vontade de sumir, uma dor q nao sai. DESESPERADOR!

  1. Romanos 8:39 “Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”

  2. Romanos 8:39 “Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” JESUS TE AMA

  3. Eu dou tudo de mim pra minha família e a única recompensa que ganho é o desprezo e a indiferença. De que vale a vida sem o amor dos que vc mais ama?

  4. Eu procurei pelo título e vi que o texto é uma enganação. Não diz nada do que é o título. É só uma pescaria de comportamento. Vou procurar a resposta em outro lugar

      1. Estou sozinho nesse mundo, sem família pois meus pais falecidos, minha ex me colocou pra fora de casa com a mão quebrada, moro em um abrigo, tds os dias esperando uma palavra de conforto mas isso N existe na minha realidade, peço tds os dias que Deus me leve, n aguento mais isso td, se alguém quiser dar um abraço virtual meu whts 13996666782 ficaria imensamente grato

  5. Como parar de sentir dor? Eu fui perseguido e assediado moralmente em minha igreja por ter ficado desempregado. O pastor pregava indiretas falando que o desemprego era por causa de pecado oculto. Me insultava jogando indireta sobre pessoas fracassadas que não conseguia emprego, mas eu decidi fazer doutorado e fui aprovado com bolsa, não sou fracassado. A igreja era o único lugar onde eu me sentia seguro, agora se tornou o lugar onde me sinto mais atacado. Eles não entendem que eu preciso de dedicação integral ao meu doutorado, pois trabalho em uma área da biotecnologia que depende integralmente de pesquisas laboratoriais de microbiologia, biologia molecular e bioinformática.
    Eu não saio a lugar algum, sempre estava na igreja além da universidade e minha casa. Não tenho amigos fora desses lugares.

    1. Bom, acho que seu primeiro passo é nunca se separar de Deus por causa de uma igreja, religiões existem várias, com regras diferentes, umas mais severas outras mais brandas, mas se o seu coração quer continuar a seguir a Deus não pare por causa de um boçal de um pastor.
      Procure uma outra igreja pra se confortar, existem vários pastores que são maravilhosos, que estão ali para ajudar ao próximo verdadeiramente, não para dizer o que vem em sua mente sem pensar no próximo, só porque acha que se tornou um “pastor de ovelhas”.
      Bem, peço desculpas pela intromissão, mas é o que eu acho e caso queira conversar mais, meu e-mail é [email protected]

    1. Não tem como acabar só com a dor acabando com a vida. Para desfrutar do alívio de não ter mais dor vc precisa estar vivo. O suicídio é inútil, sob o ponto de vista mais racional possível.

    1. Olha T, acho que há um certo engano, pois não tem como você ter tudo na vida, e mesmo que vc acha que tenha bastante coisa, provavelmente está faltando o mais importante que é o amor próprio.
      E sem ele não somos nada,
      Jesus nos deixou claro que devemos amar ao próximo como a si mesmo e se ele iguala amor ao que ele fez por nós, é sinal que devemos nos amar muito.
      Sei que deve estar pensando que para quem está de fora é fácil ter essa opinião, mas saiba que é justamente uma visão externa que consegue enxergar um caminho mais ímpar para viver.
      Então, não desista e por mais que seja difícil, comece a acordar e agradecer por estar vivo, e um passo de cada vez.
      Bem, se quiser um ombro amigo para conversar, meu e-mail é [email protected]om.
      Um abraço e fique com Deus.

  6. A morte liberta de toda essa agonia! Vivemos uma felicidade digital, onde todos os dias somos cobrados por um sucesso financeiro e emocional… Tenho 46 anos e perdi completamente o gosto e propósito perla vida…

  7. Eu realmente não sei se quero mais viver , tô sem perspectiva de vida , tenho medo do futuro , minha ansiedade e insegurança está cada vez pior
    Eu não sei o que é ser feliz , eu não sei.

    1. Olá Jance, não desista, pois para tudo na vida há um jeito.
      Não sou um perito no assunto, mas acredito que é sempre bom podermos desabafar, principalmente com alguém estranho que vc não precisa ter medo ou insegurança de dizer qualquer coisa.
      Bem, estou a disposição, caso ache que valha a pena….
      Meu e-mail é [email protected].
      Um super abraço, e que Deus abençoe sua vida.

  8. Estou parado, sem saber para onde ir e para onde andar. Queria entender, queria ter uma luz que me dissesse para onde ir. Vontade de sumir, desaparecer sumir, deixar de existir

  9. sempre tem a frase mais clichê existente quando se trata desse assunto, “você não está só”, mas a questão é que sim, estamos só, sempre estaremos todos os sentimentos proposto ao ser a ser sentido é individual de cada um, e querer morrer também, de uma certa forma é individual, pesquisei porque queria informações e acabei caindo aqui, é estressante e ao mesmo tempo agustiante querer alcançar algo que está bem na sua frente e não ter coragem e ter muito medo para pega-la e agarra-la para que assim tudo acabe. Eu não quero morrer, eu quero viver, mais quando é lhe dada somente a opção de sobreviver, a única outra opção dada é morrer, isto quando você ver que por mais que você busque viver, se sentir feliz e ser feliz, e ver que mesmo nessa busca as unicas coisas que lhe acompanha é tristeza e mais tristeza e insegurança de esta aqui, se torna fácil escolher a morte, mesmo que falte coragem de praticar esse ato tão covarde.

    1. Se precisarem conversar podem me chamar , estou a disposição. Perdi meu companheiro faz 06 dias, se suicidou, estamos destruídos com a atitude que ele resolveu cometer. A morte não é a solução! 32 988371230

  10. Eu não consigo encontrar saídas para a minha infelicidade. Ultimamente, os pensamentos suicidas tem me atordoado novamente. Minha vida só tem piorado.Não aguento mais o convívio com os meus pais e irmãos.Só queria estar morta ou que essa sensação cessasse.É difícil a vida.Tudo que eu tento fracasso.Várias vezes,tentei viver como uma pessoa normal,mas o meu jeito tímido e introspectiva dificulta tudo.Não dou conta nem de realizar atividades cotidianas.Ir à um supermecado, andar na rua.Isso tudo é muito complicado para mim.Minhas mãos começam a suar ,meu coração acelera.Aí,só escrevi esse tanto de coisas,porque não confio em ninguém também não tenho com quem ter esse assunto com alguém.Enfim,acho que nasci fadada a existência vazia,infeliz e triste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias