Procura um livro para ler? Acho que posso ajudar | Plural
26 mar 2020 - 16h21

Procura um livro para ler? Acho que posso ajudar

Se você precisa de uma sugestão de leitura que preencha um pouco sua quarentena, escreva para mim

Minha ideia é conversar por e-mail com leitores, experientes ou não, a fim de encontrar livros que ajudem a atravessar a quarentena. Vou trabalhar como uma espécie de detetive particular de livros que precisam ser encontrados, operando à margem do sistema – porque não tenho ligações com editoras nem com livrarias – e sem cobrar por meus serviços. Um detetive-traça solidário.

Como um detetive-traça, posso ajudar você a entender por que não conseguiu avançar naquele livro que meio mundo achou incrível, ou encontrar um tipo de texto que tenha mais a ver com você.

Além dos classificados gratuitos e do monitoramento dos problemas enfrentados por Curitiba, duas iniciativas que já estão no ar, esse serviço é outra forma de atender os leitores do Plural em um momento difícil. Depois da quarentena, encerro as atividades detetivescas e volto a escrever contando os resultados da experiência.

Como funciona

Se você precisa de ajuda para encontrar um livro, mande um e-mail para mim (meu endereço é inetto@gmail.com), com o assunto “detetive”. No corpo da mensagem, procure me contar por que você quer ler um livro agora? (Para passar o tempo? Para se exercitar como leitora ou leitor? Para se aprofundar em algum tema específico?)

Vou responder ao e-mail com mais algumas perguntas para entender melhor o que você está procurando. Tenha em mente que a troca de e-mails é parte da diversão e saiba que sua identidade será mantida em sigilo (afinal, estou no ramo de investigação particular).

Sobre onde comprar os livros

As livrarias estão todas fechadas, assim como outros negócios considerados não essenciais. Livros podem ser supérfluos, mas alguém já disse que o sentido da vida está naquilo que é supérfluo.

Seja como for, o negócio é apelar para o comércio on-line.

A Itiban Comic Shop faz entregas não só para Curitiba, mas para todo o Brasil, e elas saem às terças, quintas e sábados. Para fazer pedidos, é só mandar mensagem para a loja no Facebook ou no Instagram.

A Joaquim Livros & Discos está atendendo pelo WhatsApp no número (41) 996 393 392 (fale com o Marcos) e as entregas saem às quartas-feiras.

A Livraria Vertov também tem um número de atendimento pelo WhatsApp: (41) 995 613 967. Eles estão oferecendo várias alternativas de pagamento e de frete (inclusive grátis). Mais informações, no perfil do Instagram.

A editora Companhia das Letras está oferecendo sua logística para livrarias que não têm loja virtual própria nem sistema de entrega. Mas é a loja que deve entrar em contato com a editora e o cliente fala com a loja. A Arte e Letra está fazendo uso desse serviço e você pode pedir livros (neste caso, só da Companhia das Letras) também enviando mensagem pelo Instagram ou pelo Facebook.

No site da Estante Virtual, não há qualquer menção ao coronavírus nem ao funcionamento das lojas que disponibilizam seus acervos no site. É razoável supor que as entregas continuam porque os Correios continuam a trabalhar. Se quiser ajudar os comerciantes locais, quando buscar um livro, filtre por cidade, clicando em Curitiba. Se alguma loja daqui tiver o título que você está procurando, ele será listado na página.

Você ainda pode comprar no site das Livrarias Curitiba. As entregas ocorrem no prazo estipulado ao inserir o CEP no cálculo do frete. Para Curitiba, a entrega feita por motoboy pode levar até dois dias úteis e custa R$ 9,90.

E, por fim, existe a Amazon.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?
0 0 voto
Article Rating
Subscribe
Notificação
guest
0 Comentários
Comentário no texto
Ver todos

Últimas Notícias

0
Adoramos ouvir você, deixe seus comentáriosx
()
x