31 dez 2021 - 8h15

Nova editora na praça

Lupercália pretende publicar livros inéditos no Brasil, todos traduzidos diretamente da língua original

O ano de 2022 se inicia com uma nova editora abrindo: Lupercália, tocada por Paulo André Costa Portela. O foco da nova casa, prevista para inaugurar em fevereiro/março, será livros inéditos no Brasil, todos traduzidos diretamente da língua original. Os primeiros quatro título são:

  • As Revelações da Morte, de Lev Chestov (trad. Pedro Augusto Pinto e Ramon Maia)
  • Dostoiévski, de André Gide (trad. Emilie Audigier e Walter Carlos Costa)
  • Reflexões sobre as Origens do Hitlerismo, de Simone Weil (trad. Bruno F. Castro; revisão técnica: Fernando Scheibe)
  • O Senhor de Bougrelon, de Jean Lorrain (trad. Eclair Antonio Almeida Filho e Odúlia Capelo)

No meio do ano a Lupercália publica ainda:

  • Terceira Noite de Valpúrgis, de Karl Kraus (trad. Renato Zwick)
  • Os Problemas da Estética, de Jean-Marie Guyau (trad. Eclair Antonio Almeida Filho)

Ele voltou!

Depois de anos de espera, finalmente a Autêntica solta o último romance de Campos de Carvalho (foto), O Púcaro Búlgaro. Já em pré-venda, a editora programa o lançamento para fevereiro.

2022

Perdeu nosso listão de lançamentos 2022 de mais de 50 editoras? Confira:

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

Post adultera áudio e mente ao afirmar que Lula foi xingado em Caruaru

É falso conteúdo publicado no Facebook afirmando que Lula foi hostilizado ao participar da festa junina em Caruaru, Pernambuco. A publicação sofreu edição com a introdução de um áudio com gritos de “ladrão”. No conteúdo original, o ex-presidente é aplaudido durante um ato político de um aliado em Uberlândia, Minas Gerais. No post, é tocado um jingle de pré-campanha eleitoral

Projeto Comprova