Ratinho fecha com partido de Moro. Será que agora Alvaro é candidato ao governo?

Acordo com União Brasil isola Alvaro Dias, que pode decidir disputar o governo

Ratinho Jr (PSD) parece não ter levado a sério as ameaças de Alvaro Dias (Podemos). O governador fechou nessa terça (26) um acordo com o União Brasil que praticamente sela seu apoio à candidatura de Sergio Moro (União) ao Senado. Com isso, Alvaro se vê fora da chapa e, em tese, poderia fazer o que vem especulando há alguns dias: sair candidato ao governo contra Ratinho.

O anúncio do apoio do União ocorreu de forma inesperada. Mais inesperado ainda é o apoio de Ratinho a Moro. Primeiro, porque o governador teria candidatos mais óbvios ao Senado, como Guto Silva (PP) e Paulo Martins (PL), que tem a preferência explícita de Jair Bolsonaro (PL).

Leia mais: Alvaro e Moro têm empate técnico para o Senado

Mais do que isso, Ratinho dava toda a impressão de que tentava montar uma chapa cem por cento bolsonarista. E Sergio Moro, desde que deixou o Ministério da Justiça, não é exatamente alguém que Bolsonaro vá apoiar. No entanto, Ratinho sabe que o presidente não tem outro candidato a governador viável no Paraná.

Quanto a Alvaro, o Palácio Iguaçu aparentemente nunca levou a sério as ameaças de que ele possa sair a governador. Até o momento, mesmo com a candidatura de Moro, Alvaro é visto como o favorito na disputa pelo Senado – já para o governo, certamente encontraria muito mais dificuldade.

Na campanha de Alvaro, porém, há quem diga que o senador está de fato cogitando uma última tentativa de disputar o governo. Alvaro foi governador em 1987, e depois tentou voltar ao cargo em 94 (perdeu para Jaime Lerner) e em 2002 (perdeu para Roberto Requião).

Sobre o/a autor/a

Compartilhe:

Leia também

Melhor jornal de Curitiba

Assine e apoie

Assinantes recebem nossa newsletter exclusiva

Rolar para cima