Universidade Positivo demite mais de 300 professores depois de venda | Jornal Plural
16 jul 2020 - 11h42

Universidade Positivo demite mais de 300 professores depois de venda

Cursos de licenciatura devem ser encerrados, mas não há informações oficiais da instituição. Notícia ainda em andamento. Mais informações em breve

Instituição suspende atividades até 29 de março Foto: divulgação

O Grupo Cruzeiro do Sul, que comprou a Universidade Positivo (UP) em 2019, voltou a espalhar terror na comunidade acadêmica de Curitiba nesta quinta-feira. Em reuniões via teleconferência, a instituição começou a fazer demissões em massa logo cedo. Segundo relatos de professores enviados ao Plural, o encontro dura 15 minutos e encerra a relação do docente – em alguns casos de mais de dez anos – com a universidade.

Até as 11 horas um levantamento prévio feito por alunos e professores indicava o desligamento de mais de 300 profissionais do quadro da instituição. Segundo o presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Superior (SINPES), Valdyr Perrini, há notícias de que os cursos de licenciatura, com exceção de pedagogia, sejam extintos.

Se confirmado esse total, a UP estará extinguindo um terço das vagas de docentes de toda a instituição.

No entanto, apesar da medidas drásticas tomadas pelo Cruzeiro do Sul, nem os professores, nem alunos sabem qual será o destino dos cursos. Na graduação em Biologia, os estudantes souberam por whatsapp da demissão de professores e temem o encerramento do curso. Situação semelhante vivem os estudantes de Educação Física.

Além dos cursos da área de Educação, há demissões também na Medicina, Biomedicina, Publicidade, Recursos Humanos, Administração, Direito. O Plural continua acompanhando a situação e vai atualizar os dados assim que eles estiverem disponíveis.

A orientação para os professores, diz Perrini, do SINPES, é que procurem o sindicato, que já solicitou que o Ministério Público do Trabalho medie o processo de demissão. O Sindicato também diz que, muito embora o acordo coletivo deste ano não esteja ainda aprovado, o do ano passado prevê indenização de um salário extra para demissões após 8 de julho, por conta do calendário escolar.

O SINPES teme que os profissionais demitidos tenham dificuldades para se recolocar, uma vez que, além da crise da pandemia e econômica que o país vive, a maioria das instituições já está com o calendário acadêmico em andamento, com aulas distribuídas.

Até o momento o Plural apurou uma lista com 125 demitidos desde junho. Não vamos divulgar os nomes para preservar os profissionais nesse momento difícil. Mas confira a lista de possíveis demissões por curso:

  • Publicidade: 2 professores
  • Biologia: 9 professores
  • Medicina: 10 professores (atualizado)
  • Psicologia: 5 professores (atualizado)
  • Direito: 8 professores (atualizado)
  • Física: 1 professor
  • Odontologia: 5 professores (atualizado)
  • Engenharia Civil: 2 professores
  • Enfermagem: 6 professores (atualizado)
  • Biomedicina: 1 professor (atualizado)
  • Design: 1 professor
  • Educação Física: todos os professores
  • Pedagogia: 3 professores (atualizado)
  • Medicina veterinária: 3 professores
  • Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia: 3 professores (atualizado)
  • coordenadora do Curso de Serviço Social (Bacharelado), na modalidade a distância
  •  coordenadora do Curso de Pedagogia (Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenadora adjunta do Curso de Nutrição (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenadora do Curso de Nutrição (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Matemática (Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenadora do Curso de Letras – Português e Inglês (Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenadora do Curso de Letras – Português (Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de História (Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenadora do Curso de Fisioterapia (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Engenharia Mecânica (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Engenharia Elétrica (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Engenharia de Produção (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador adjunto do Curso de Engenharia Civil (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Engenharia Civil (Bacharelado), na modalidade a distância
  • coordenador adjunto do Curso de Educação Física (Bacharelado e Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenador do Curso de Educação Física (Bacharelado e Licenciatura), na modalidade a distância
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais, na modalidade a distância
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Marketing, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Marketing, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Marketing Digital, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Marketing Digital, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Logística, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Logística, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão do Agronegócio, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Produção Industrial, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética, na modalidade a distância.
  • coordenadora adjunta do Curso Superior de Tecnologia em Empreendedorismo, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Empreendedorismo, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na modalidade a distância.
  • coordenador adjunto do Curso de Ciências Contábeis (Bacharelado), na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso de Ciências Contábeis (Bacharelado), na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso de Biomedicina (Bacharelado), na modalidade a distância.
  • coordenador adjunto do Curso de Administração (Bacharelado), na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso de Administração (Bacharelado), na modalidade a distância, formato de oferta semipresencial.
  • coordenador do Curso de Administração (Bacharelado), na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Serviços Jurídicos e Notariais, na modalidade a distância.
  • coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Secretariado, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Negócios Imobiliários, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão das Organizações do Terceiro Setor, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada, na modalidade a distância.
  • coordenador do Curso de Ciência da Computação (Bacharelado), na modalidade a distância.

O Grupo Cruzeiro do Sul respondeu a solicitação de informações do Plural com uma nota em que aponta o aumento da evasão e da inadimplência como razão para as demissões. A empresa não confirma nem o total de demitidos, nem os cursos que serão fechados. Confira o texto abaixo:

COMUNICADO CRUZEIRO DO SUL

A Cruzeiro do Sul Educacional, uma das maiores organizações educacionais do Brasil, reconhecida por seus indicadores de qualidade no ensino e na pesquisa, atua desde 1965 no desenvolvimento e na formação de profissionais e cidadãos.

Durante os 55 anos de desenvolvimento deste projeto e da construção desta organização, sempre foi absoluta e intransigentemente fiel aos seus compromissos com a educação e seus alunos, parceiros, fornecedores, colaboradores e o poder público. Em todas estas décadas, nunca deixou de observar a pontualidade quanto aos seus compromissos e nem colocou de lado sua responsabilidade por cada colaborador.

Neste momento triste e sem paralelos de crise mundial que se abateu sobre o Brasil desde meados de março e atinge a praticamente todos os setores da economia, a Cruzeiro do Sul Educacional tem evitado tomar medidas mais drásticas, mesmo sofrendo com o aumento expressivo da inadimplência e da evasão, resultados do impacto da pandemia no emprego e na renda de seus alunos e famílias.

Justamente no momento da incorporação e integração da Universidade Positivo à Cruzeiro do Sul Educacional, o agravamento e prolongamento da crise econômica, somados às incertezas quanto ao próximo semestre, levaram o grupo a adotar uma adaptação de custos, inclusive e inevitavelmente de pessoal, de modo a manter e preservar minimamente a saúde financeira, a qualidade de sua operação e a pontualidade dos seus compromissos, assim como – e principalmente – os milhares de empregos que continuarão a ser gerados em um futuro que se espera próximo e melhor.

A Cruzeiro do Sul Educacional reconhece e agradece a valiosa contribuição dos colaboradores que estão, neste momento difícil para todos, sendo desligados. Ao mesmo tempo, tem a certeza de que continuará a desenvolver seu projeto nacional de qualidade com ainda mais afinco, assim como tem demonstrado ao longo dos últimos anos melhorando, sem exceção, os indicadores acadêmicos oficiais de todas as instituições de ensino incorporadas. Que este momento excepcional seja breve e que a retomada seja vigorosa, bem como demande um número muito maior de contratações.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias