Prefeitura quer gastar R$ 95 mil com atores para entreter turistas | Jornal Plural
Clube Kotter
17 jun 2019 - 21h50

Prefeitura quer gastar R$ 95 mil com atores para entreter turistas

Instituto de Turismo afirma que a “acolhida visa animar os visitantes”

A contratação de pessoas vestidas de personagens étnicos e folclóricos para recepcionar turistas em Curitiba pode custar R$ 95 mil para os cofres do município. Segundo o edital publicado pelo Instituto Municipal de Turismo (IMT), a medida busca “tornar ilustrativo visualmente as vestimentas tradicionais e folclóricas das diversas etnias”. Índios, imigrantes de países africanos, italianos, poloneses, árabes e personagens de festas comemorativas de páscoa e natal, como duendes e fadas, estão entre as representações contempladas no contrato anual.

De acordo com a prefeitura, o edital atende um cenário diferenciado de acolhimento aos turistas, que “buscam vivenciar novas formas de sentir e descobrir os espaços visitados e construir um olhar próprio sobre a história e conhecimento adquirido durante as visitas”.

Buscando justificar a contratação, o IMT reforça destaca ainda o aumento do turismo em Curitiba em 2018. “A Torre Panorâmica bateu recorde de visitação em 2018, mais de 142 mil turistas. Avaliação prévia da pesquisa de demanda turística de 2018 aponta significativo aumento da representatividade deste segmento no destino”, aponta.

Este é o segundo ano que a prefeitura publica edital para contratar empresa de serviço de atendimento aos turistas “por meio de personagens que representem o folclore típico e forneçam informações históricas e culturais dos povos colonizadores de Curitiba”. A licitação do ano passado, contudo, não previa fadas, duendes e personagens de dias comemorativos. O custo também era diferente. O teto do edital do ano passado foi de R$ 40 mil

Pelo edital atual, a empresa contratada deverá fazer um total de cem acompanhamentos guiados a turistas, sendo que a duração de cada um deles é de quatro horas. Pelo teto da licitação, cada acompanhamento custaria R$ 958,33. As atividades podem ser em dias úteis, finais de semana e feriados. A apresentação de etnias, indica o documento do edital, deve ser em casal, representando “um personagem feminino e um masculino em respectivas vestimentas”.

Além disso, indica o IMT nas especificações da licitação, os atores ou participantes selecionados pela empresa contratada para atuar com os personagens devem “possuir características estéticas dos povos os quais representam, ou se assemelharem ao perfil dos colonos imigrantes quando da ocupação inicial”. Os personagens demandados pelo contrato são índios, imigrantes de países africanos, alemães, italianos, poloneses, portugueses, espanhóis, japoneses, ucranianos, árabes, turcos, russos e israelitas. Soma-se ainda os personagens de festas comemorativas como coelhos da Páscoa, Papai Noel, duendes, fadas e outros.

A prefeitura espera com tal medida “reafirmar o Destino Curitiba, como cidade plural, que recebeu influências de muitos povos e promover esta característica como um apelo para o turismo e promover as manifestações culturais, como parte integrante da Produção Associada ao Turismo”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias