18 abr 2019 - 7h56

Governo admite que Unespar tem déficit de 427 professores

Cerca de 40% das vagas de docentes da universidade hoje são ocupadas por temporários

O governo do Paraná admitiu em documento oficial que a Unespar, uma das sete universidades estaduais locais, tem atualmente um déficit de 427 professores concursados. Isso significa perto de 40% das vagas totais da instituição. A informação consta de resposta oferecida pela Secretaria de Estado de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia ao deputado estadual Requião Filho (MDB).

Segundo a resposta da secretaria, hoje não existe previsão de realização de novo concurso para preencher as vagas existentes. A única contratação deve ser a de 17 professores aprovados em concurso já realizado. As demais aulas continuarão sendo assumidas por professores temporários.

No total, segundo o documento, a Unespar tem por lei 1.59 vagas de professores. Hoje, porém, apenas 632 estão ocupadas por professores concursados. Neste semestre, para preencher as demais aulas, foi aprovada a contratação de 8.560 horas de aulas de professores temporários.

A Unespar, que inclui a Faculdade de Artes do Paraná e a antiga Escola de Música e Belas Artes, vem passando por problemas de todo tipo. Neste semestre, depois que parte do forro de uma sala de aula desabou, o último dois dois campi de Curitiba foi interditado, e os alunos chegaram a ficar sem aulas por uma semana antes de serem redistribuídos para outros prédios emprestados pela UFPR e pelo governo do estado.

Ratinho quer “economizar” R$ 554 milhões cortando verba dos demais poderes

5

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds