Greca sanciona reajuste aprovado pela Câmara e eleva o próprio salário

Reajuste dos servidores e empregados públicos foi aprovado na Câmara em está em 5,19%

Foi sancionada nesta semana a lei que institui o reajuste de 5,19% aos servidores e empregados público de Curitiba. O texto aprovado na Câmara Municipal e assinada pelo prefeito Rafael Greca (PSD) terá impacto financeiro de R$ 23,3 milhões mensais na folha de pagamento da prefeitura.

O reajuste foi aprovado por unanimidade e o percentual prevê reposição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de outubro do ano passado até novembro deste ano, com aplicação retroativa de 1º de novembro.

Leia também: GM que atirou e matou pessoa em situação de rua em Curitiba está afastado

Os salários do próprio prefeito, que atualmente é de R$ 33.507,30, do vice-prefeito Eduardo Pimentel (PSD) que é R$ 12.286,01 e dos vereadores, que está em R$ 19.617,82 também subiram.

De acordo com a prefeitura os salários de dezembro já virão com novo valor.

1 comentário em “Greca sanciona reajuste aprovado pela Câmara e eleva o próprio salário”

  1. Primeiro os serviços públicos em 95% de operação depois disso é que poderiam pedir por aumento, sem contar que político algum deveria ganhar mais que o salário mínimo e nem ter tantos benefícios como eles tem. Além de proibição de ligação em até 3˚ grau com empresas, mas é Brasil né, todo mundo que entra na máquina pública quer tirar casquinha.

    Vergonha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Plural se reserva o direito de não publicar comentários de baixo calão, que agridam a honra das pessoas ou que não respeitem níveis mínimos de civilidade. Os comentários são moderados por pessoas e não são publicados imediatamente.

Rolar para cima