Após reajuste, Copel e Sanepar distribuem meio bilhão aos acionistas | Jornal Plural
1 jul 2019 - 14h54

Após reajuste, Copel e Sanepar distribuem meio bilhão aos acionistas

Valores pagos no primeiro semestre são 23% maior que no ano passado

Os acionistas da Copel e Sanepar, principais estatais do Paraná, encerraram este primeiro semestre sem ter do que reclamar dos resultados das empresas. Isso porque, juntas, elas distribuíram no final de junho mais de R$ 550 milhões a título de dividendos e juros sobre capital próprio, formas de distribuição dos lucros e resultados das empresas.

A divisão dos lucros para a primeira metade do ano vem cerca de um mês das duas estatais reajustarem a tarifa. Em junho, a Copel conseguiu aprovação de aumento médio de 3,4% na conta de luz. Já a Sanepar tentou em maio um reajuste de 12%, mas foi barrada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que reduziu o aumento para 8,37%.

Comparado ao que foi pago pelas mesmas empresas ano passado, a quantia repassada aos acionistas em 2019 subiu pouco mais de 23%. Em 2018, o pagamento de juros e dividendos das duas estatais somaram R$ 448 milhões. Neste ano, o valor de repasse para os acionistas é R$ 100 milhões maior.

Os acionistas da Copel foram os que começaram a receber antes os dividendos dentre as estatais neste ano. Os repasses, segundo aviso aos acionistas publicado pela empresa em seu site, começaram na última sexta-feira (28). A estatal de energia elétrica distribuirá entre seus acionistas o montante de $ 378 milhões, dos quais R$ 280 milhões a título de juros sobre capital próprio, e pouco mais de R$ 98 milhões de dividendos.

Apesar de ser maior acionista da empresa, o governo não necessariamente recebe a maior parcela por ação. Isso porque existem regras diferenciadas para tipo de participação. Segundo o documento que orienta a distribuição dos juros sobre capital próprio da Copel, quem tem ações preferenciais tipo “A” serão os acionistas com maior valor unitário, aproximadamente R$ 2,90 por ação. Os menores valores são para as ações ordinárias, que é o tipo de participação do governo paranaense. Neste caso, cada acionista receberá R$ 0,97 por ação. O quadro de sócios da Copel é formado por 26,8 mil detentores de ações ordinárias ou preferenciais.

Na Sanepar, a situação do governo, também majoritário no quadro de acionistas, não é diferente na distribuição dos valore, sendo uma dar partes que integra a linha de ações com os menores valores de pagamento. A estatal, segundo aviso aos acionistas publicado em seu site, pagou neste domingo (30) cerca de R$ 175 milhões a título de juros sobre capital próprio. Por ação ordinária a Sanepar vai pagar R$ 0,32 e para as preferenciais pagará R$ 0,35.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias