Segundo dia de julgamento deve começar com voto por cassação de Moro

Perspectiva é que julgamento termine com a absolvição do senador no Paraná

O julgamento dos pedidos de cassação do senador paranaense Sergio Moro (União) deve ser retomado nesta quarta-feira (3) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com um voto pela perda do mandato. A aposta dos bastidores é de que o desembargador José Rodrigo Sade apresentará um voto divergente do relator, Luciano Carrasco Falavinha Souza, que pediu a absolvição de Moro.

Sergio Moro enfrenta duas ações, movidas por PT e PL, que alegam gasto excessivo na campanha e abuso do poder econômico. O centro do processo está no fato de Moro ter gastado milhões como pré-candidato a Presidente da República e depois ter entrado na corrida pelo Senado já com essa vantagem competitiva sobre os concorrentes.

Depois do voto de Sade, devem se pronunciar ainda outros cinco desembargadores do TRE paranaense. A especulação é de que Moro deva ser absolvido por cinco votos contra 2. Em seguida, o caso provavelmente será apreciado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília, onde o resultado é mais incerto.

Sobre o/a autor/a

Compartilhe:

Leia também

O (des)encontro com Têmis

Têmis gostaria de ir ao encontro de Maria, uma jovem vítima de violência doméstica, mas o Brasil foi o grande responsável pelo desencontro

Leia mais »

Melhor jornal de Curitiba

Assine e apoie

Assinantes recebem nossa newsletter exclusiva

Rolar para cima