Negra e feminista, Carol Dartora faz história ao se eleger em Curitiba | Jornal Plural
15 nov 2020 - 20h56

Negra e feminista, Carol Dartora faz história ao se eleger em Curitiba

Professora é a primeira mulher negra eleita para um cargo público em Curitiba

Mulher. Negra, Feminista. Professora. Os adjetivos que seguem o nome de Carol Dartora (PT) não costumam estar associados ao estereótipo do vereador de Curitiba. E no entanto neste domingo (15), ela se transformou na terceira candidata mais votada para a Câmara e garantiu um lugar no Legislativo a partir de fevereiro.

Historiadora formada pelo UFPR em 2008, Carol milita há tempos no movimento negro e no feminismo. Depois, ao entrar para dar aulas na Rede Pública do Paraná, começou também a militar na APP-Sindicato, que representa os professores e trabalhadores de ensino do Estado. Hoje é diretora licenciada de Mulheres, Trabalhadoras e Direitos LGBTI.

Com mais de oito mil votos, Carol se tornou a primeira negra a se eleger para qualquer cargo público em mais de 300 anos de Curitiba – nunca houve vereadoras ou deputadas negras na cidade. A seu lado, terá mais um militante do movimento negro, o também petista Renato Freitas.

Ao contrário de outros negros que chegaram, à Câmara, Carol disse em entrevista por telefone ao Plural (a primeira concedida após o anúncio de sua eleição) que pretende guiar seu mandato pela questão racial. E, claro, também por suas outras bandeiras, como os direitos das mulheres e a defesa da Educação Pública.

“Acho uma pena quando um negro se elege e não se diz representante da pauta racial. Eu não posso deixar de ver o mundo pelo que eu sou, uma mulher negra e trabalhadora”, afirma. Segundo ela, Curitiba tem de parar de tornar invisíveis seus negros. “Não podemos continuar com esse discurso de cidade europeia, há uma imensa população negra aqui”, diz ela.

O discurso da nova vereadora passa pelo acesso à cidade – ou seja: o acesso às políticas públicas, ao transporte, à educação, à cultura. E também pela crítica ao modelo de Rafael Greca (DEM), prefeito reeleito neste domingo (15).

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

15 comentários sobre “Negra e feminista, Carol Dartora faz história ao se eleger em Curitiba

  1. Torço para que faça um ótimo mandato , vejo TDS as pessoas como pessoas não pela cor ,sexo ou religião somos todos iguais que deus a abençoe pois a luta será grande

  2. Parabéns Ana Carolina!
    Parabéns Mulheres, Negras e Professoras!
    Parabéns pela oportuna reportagem Rogério!
    Eu votei na Telma Mello do PSOL, mas a Carol representa os mesmos ideais e vou apoiar seu mandato.

  3. Carol Dartora, vc representa a mudança na forma de fazer política e isso nos dá muita esperança de construir um país mais justo e igualitário, um país inclusivo e que respeita seus habitantes pelo ser humano que ele é antes de tudo. Votei em vc porque acredito nisso.
    Muita força e coragem no seu mandato ! Estamos aqui unidos a vc.

  4. Não sou eleitor no Paraná, mas digo que é um estado que sempre foi de direita, a começar pelo governo Braga, ex-Arena, por último Beto Richa PSDB, hoje no governo o filho de um apresentador Bolsonarista. Não precisamos ser executivo, ser oposição temos mais chances de mudar está política de exclusão, não só em Curitiba mas no Brasil.
    Seja feliz no seu mandato.

  5. Numa capital em que o racismo e o patriarcado são tão fortes . É uma grande Vitória se eleger sendo negra e mulher. Te desejo força para defender os direitos das minorias, e que consiga amenizar a questão racial, lutar pelos que representa. Curitiba precisa urgente dessas pautas, quando cheguei aqui há 11 anos, fiquei horrorizada com o racismo e a “falta de negros” em todo lugar dessa sociedade.
    Força em sua luta. Estarei torcendo por você! !

  6. Parabéns a todos os negros brancos seja quem for , parem de promover o racismo. Seja quem for o eleito branco, negro se não trabalhar e se corromper é rua fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Detrator número 41

Ao elaborar o “Mapa de Influenciadores”, uma lista esdrúxula como essa, o governo mostra que não precisa de uma relação de detratores. Ele sabe fazer isso muito bem sozinho

Benett