Deputados fogem de debate e apresentação das finanças do PR dura 28 minutos

Só dois dos 54 deputados se dignaram a fazer pergunta sobre a situação financeira do Paraná

P

Os deputados estaduais do Paraná conseguiram ignorar quase por completo uma de suas principais obrigações na sessão desta terça-feira (27). Ao receberem uma representante da Secretaria da Fazenda que deveria explicar a situação financeira do Governo, apenas dois dos 54 deputados se interessaram por fazer o básico e questionaram algo.

A sessão toda, que deveria servir para uma ampla apresentação e também para a fiscalização do Executivo, durou meros 28 minutos. A pressa começou pela diretora Marcia Rebonato do Valle, que representou a Secretaria da Fazenda. Correndo contra o relógio, ela fez uma apresentação de apenas sete minutos ( o tempo de duas músicas na rádio).

Apesar da apresentação simplória, só Evandro Araújo (PSD) e Luciana Rafagnin (PT) se interessaram em fazer alguma pergunta para a diretora. As respostas foram igualmente curtas e ninguém se interessou por mais nada. Nem a oposição achou de bom tom fingir algum interesse no assunto.

Isso num momento em que o governo acaba simplesmente de vender a Copel – maior empresa do estado e uma das maiores do país na área de energia – e todo mundo devia estar querendo saber como esse dinheiro está sendo aplicado, por exemplo. E num momento em que as pedageiras vão começar a cobrar tarifas astronômicas outra vez.

O resultado foi que antes de !5h, os deputados que tinham iniciado a sessão às 14h30 estavam livres para irem para casa ou fazerem o que quisessem. O eleitor? Ah, esse que tente descobrir o que quiser no site do governo.

Sobre o/a autor/a

Compartilhe:

Leia também

O (des)encontro com Têmis

Têmis gostaria de ir ao encontro de Maria, uma jovem vítima de violência doméstica, mas o Brasil foi o grande responsável pelo desencontro

Leia mais »

Melhor jornal de Curitiba

Assine e apoie

Assinantes recebem nossa newsletter exclusiva

Rolar para cima