Leilão da Copel Telecom tem 13 interessados | Jornal Plural
17 set 2020 - 17h13

Leilão da Copel Telecom tem 13 interessados

Em conversa com funcionários, presidente da estatal deu detalhes da situação da empresa que vai à venda em 9 de novembro

Presidente da Copel Telecom, Wendell Oliveira. Foto: Divulgação Copel

A Copel Telecom, primeira estatal paranaense a ser vendida em 20 anos, já tem 13 empresas habilitadas no Dataroom do processo de venda, sistema que disponibiliza informações da situação da estatal para potenciais compradores. A informação foi dada nesta quinta-feira, dia 17 de setembro, pelo presidente da empresa, Wendell Oliveira, numa conversa com funcionários.

Oliveira também disse acreditar que espera que esse número passe de 20 antes do dia do leilão.

Em um pronunciamento curto aos funcionários, Oliveira fez uma apresentação das informações básicas do edital de venda, que deve ser publicado no dia 21 de setembro. No ultimo dia 16 o documento foi aprovado pelo Conselho de Administração da Copel, com valor de venda de R$ 1,4 bilhão.

Ao responder perguntas dos funcionários, Oliveira confirmou que a empresa tem R$ 600 milhões de dívidas e R$ 400 milhões em caixa. Mas não soube informar o valor devido pela Copel Telecom para o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST).

Segundo Oliveira, o trabalho dos funcionários da Copel Telecom segue normal até o fim de 2021, uma vez que a previsão é que a compradora assuma a empresa em meados do ano que vem. Depois disso, durante seis meses a Copel irá fornecer uma assessoria a nova dona, cujo contrato poderá ser extendido por mais seis meses.

Isso porque a estatal será vendida sem os funcionários, que serão todos absorvidos por outras subsidiárias da Copel.

Em entrevista ao Valor, o presidente da Copel, Daniel Slaviero, disse estar confiante que a venda terá “um bom ágio sobre o preço mínimo definido em R$ 1,4 bilhão”. “E com a perspectiva de chegada do 5G no país, você cria uma oportunidade única para operadores privados maximizarem e gerarem valor”, disse.

A venda da Copel Telecom foi confirmada no fim de 2019. A empresa vai a leilão na Bolsa de Valores por R$ 1,4 bilhão, o que compreende toda estrutura de fibra ótica, que é a maior do estado.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

2 comentários sobre “Leilão da Copel Telecom tem 13 interessados

  1. Me dirijo à Jornalista Rosiane.
    Fiz um comentário, em realidade uma revelação, hoje pela manhã e necessito ter uma resposta se será ou não publicada neste jornal.
    Peço me comunicar se o assunto levantado é ou não assunto deste Jornal. e desta Jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias