fbpx
destaque Poder

MP dá parecer pela cassação de Boca Aberta; Rossoni pode assumir

Escrito por Rogerio Galindo
Compartilhe

Boca Aberta concorreu nas eleições do ano passado com uma liminar que foi revogada antes da eleição

Compartilhe

O Ministério Público deu parecer favorável à perda de mandato do deputado federal Boca Aberta (Pros), eleito em outubro passado. A ação é movida contra ele pelo ex-deputado e ex-chefe da Casa Civil do governo Beto Richa (PSDB) Valdir Rossoni (PSDB).

Rossoni, primeiro suplente na coligação, alega que a eleição de seu colega de chapa foi ilegal, já que ele tinha perdido o mandato de vereador numa cassação, o que lhe tira os direitos políticos.

De acordo com a procuradora regional eleitoral, Eloísa Helena Machado os efeitos da cassação de Boca Aberta, embora tenham sido suspensos por um ato jurídico, foram aplicados novamente em decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).

Podendo perder o seu diploma de deputado eleito, Boca Aberta concorreu nas eleições do ano passado sub judice, com uma liminar que foi revogada pouco antes da eleição.

Em 2014, Rossoni fez mais de 170 mil votos. Nas eleições seguintes, teve pouco mais de 72 mil votos.

Sobre o autor

Rogerio Galindo

Rogerio W. Galindo é jornalista e tradutor. Responsável pelo blog Caixa Zero, é um dos profissionais que criaram o Plural.jor.br

Deixe seu comentário