Prefeitura fecha UPA Fazendinha para manter bandeira amarela | Jornal Plural
20 nov 2020 - 18h49

Prefeitura fecha UPA Fazendinha para manter bandeira amarela

Manobra reduziu a nota de indicadores para manter alerta menor

A prefeitura de Curitiba manteve nesta sexta-feira (20) o alerta amarelo depois de abrir 41 leitos de UTI/SUS e outros 38 leitos de enfermaria. Isso só foi possível porque a administração fechou para atendimento ao público a UPA Fazendinha, na região sudoeste da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a UPA servirá de “retaguarda de leitos clínicos para o Hospital do Idoso”.

A abertura de leitos reduziu a nota dos indicadores do Sistema de Monitoramento da Covid-19. criado pela própria prefeitura, garantindo a manutenção da bandeira amarela, sem aumentar restrições a atividades não essenciais.

Moradores da região que dependem da UPA Fazendinha terão, a partir de agora, que buscar atendimento nas UPAs CIC, Pinheirinho e Campo Comprido. Os atendimentos de urgências e emergências odontológicas podem ser feitos na UPA Sítio Cercado das 19h às 23h de segunda a sexta-feira e nos finais de semana das 9h às 18h; e na UPA Boa Vista todos os dias, das 19h às 7h, inclusive aos fins de semana.

Sem a abertura de novos leitos, os indicadores ficariam acima de 2, o que, em teoria, apontaria para a bandeira laranja e a reinstituição da quarentena de “fim de semana”, com o comércio fechado aos domingos.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias