Imagens aéreas do Passaúna mostram tamanho da seca em Curitiba | Jornal Plural
10 maio 2020 - 19h53

Imagens aéreas do Passaúna mostram tamanho da seca em Curitiba

Fotógrafo Guilherme Pupo usa drone para revelar crise hídrica da cidade

Há tempos os curitibanos convivem com o rodízio de água e ouvem falar da estiagem que afeta a cidade. Aqui mesmo no Plural, demos uma matéria mostrando que esta é a pior seca em 40 anos na cidade, desde o início dos anos 1980.

Agora, o fotógrafo Guilherme Pupo, fez imagens na barragem do Passaúna que dão uma noção clara do problema: em alguns trechos do reservatório, que abastece a região oeste de Curitiba, a água não apenas sumiu como o solo está rachado.

As imagens foram feitas neste sábado. Segundo a Sanepar, a barragem do Passaúna tem a segunda pior situação da capital, com 46% de sua capacidade no momento. A do Iraí tem 32%. As barragens de Piraquara têm situação bem melhor.

O maior problema é que chuvas fortes agora só devem vir depois do inverno, provavelmente em setembro.

Guilherme Pupo é especializado em fotos aéreas. Aqui, usou um drone para mostrar a situação da barragem.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias