Curitiba tem 38 pacientes de Covid-19 em estado grave; 14 deles usam respiradores | Jornal Plural
28 abr 2020 - 18h18

Curitiba tem 38 pacientes de Covid-19 em estado grave; 14 deles usam respiradores

No Paraná, um novo critério passa a valer para a notificação de casos confirmados da doença

Com 559 casos confirmados de Covid-19 na capital, o município registrava 66 internamentos ligado à doença causada pelo coronavírus nesta terça-feira (28). São 38 pacientes em estado grave, internados em UTIs e 14 deles fazendo uso de respiradores.

A Secretaria Municipal da Saúde confirmou mais 24 novos casos de Covid-19 em moradores de Curitiba nas últimas 24 horas. Existem outros 136 casos em investigação. De acordo com a médica infectologista Marion Burger, 90% desses casos são de pessoas que estão internadas na cidade em razão de quadros respiratórios.

Desde o início da pandemia em Curitiba, no dia 11 de março, 1.211 testes foram descartados para Covid-19 e 380 pacientes foram liberados do isolamento. A média de idade das pessoas confirmadas é de 44 anos e, entre os pacientes internados, de 68 anos.

A cidade tinha 17 mortes por Covid-19 registradas até segunda-feira (27). Outras 102 mortes com quadros respiratórios foram ou estão sendo investigadas. Até o momento, 99 tiveram resultado negativo para infecção pelo novo coronavírus, outros três casos ainda aguardam o retorno dos exames laboratoriais.

Dados do “Monitor Covid-19 Curitiba”, disponíveis aqui

No Paraná

No informe divulgado nesta terça-feira (28), foram registrados 85 novos casos, sendo seis deles pelo novo critério adotado pela Secretaria da Saúde (leia mais a seguir), e mais duas mortes. Até o momento, 1.271 pessoas foram confirmadas com a doença no Paraná, sendo que 851 estão recuperadas e liberadas do isolamento; 77 morreram.

Os dois óbitos ocorridos nas últimas 24 horas são de uma mulher de 74 anos residente em Guaíra e de um homem de 81 morador de Curitiba. Ambos estavam internados.

Hoje, 123 municípios tiveram casos confirmados. Os 85 novos são de Amaporã (4), Assis Chateaubriand (3), Campo Mourão (3), Cascavel (4), Céu Azul (1), Cianorte (4), Cruzeiro do Sul (2), Curitiba (12), Francisco Beltrão (2), Guarapuava (3), Londrina (5), Marilena (5), Maringá (2), Nova Fátima (1), Paranavaí (6), Pinhais (1), Piraquara (1), Planaltina do Paraná (2), Prado Ferreira (1), Querência do Norte (5), Ribeirão do Pinhal (1), Santa Cruz de Monte Castelo (2), Santo Antônio do Caiuá (6), São João do Caiuá (2), Sarandi (1), Tamboara (2), Terra Rica (3) e União da Vitória (1).

Novo critério para as notificações

A partir de agora, se o paciente teve contato próximo com um caso confirmado de Covid-19 nos últimos sete dias, antes do aparecimento dos sintomas, será tratado como uma confirmação de Covid-19.

Antes disso, os diagnósticos eram realizados apenas por meio de exames laboratoriais, pelo método RT-PCR, e por testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde.

O método RT-PCR analisa se o organismo do paciente está com o vírus e por isso é realizado nos primeiros dias de sintomas. Nos testes rápidos, a verificação é para saber se a pessoa já teve a doença e o organismo produziu anticorpos.

O novo critério é chamado pela Secretaria da Saúde de “critério clínico/epidemiológico”.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Um comentário sobre “Curitiba tem 38 pacientes de Covid-19 em estado grave; 14 deles usam respiradores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias